12 de fev. de 2020

Serenissima degusta Sauvignon Blanc no Mundo



O ano de 2020 começou e com ele as atividades de nossa confraria Serenissima que entrou em seu 19 ano de atividades. Capitaneada pelo confrade Walter Souza que nos recebeu em sua casa com uma deliciosa Caldeirada  preparada por ele mesmo , o tema escolhido foi Sauvignon Blanc no Mundo.
Vamos conhecer cada um dos vinhos degustados:

Vinho 1               Volcanes Summit Reserva
Produtor              Bodega Volcanes              
Região                 Leyda - Chile
Variedade(s)        Blanc
Safra                    2014
Álcool                 13,5 %
Preço                   R$ 70
Importador          Zahil
Confrade             Miguel Lopes
Descrição:           Dourado brilhante. Petrolato, goiaba, flores brancas, casca de limão, e ervas aromáticas. Na boca, nervoso, boa acidez, seco, corpo intenso, retrogosto com ervas, mineral, e violetas.
Classificação                

Vinho 2              Casa Marin Cipresses
Produtor             Casa Marin
Região                San Antônio Chile
Variedade(s)      Sauvignon Blanc
Safra                   2017
Álcool                14%
Preço                  R$ 262
Importador         Vinci
Confrade            Walter Souza
Descrição:          Palha brilhante. Frutas amarelas frescas, aspargos, leve dulçor, herbáceo, e floral. Boa acidez, corpo médio, final terroso e frutado.
Classificação         


Vinho   3            Costa & Pampa
Produtor             Trapiche
Região                Chapadmalal Argentina
Variedade(s)       Sauvignon Blanc
Safra                   2016
Álcool                12,5, %
Preço                  R$ 120
Importador         Interfood
Confrade            Beto Acherboim
Descrição           Palha brilhante. Floral intenso, iodo, nariz delicado. Alta acidez, seco, corpo curto, final mineral mais aguado.
Classificação      


Vinho    4           La Moussiere Sancerre
Produtor             Alphonse Mellot
Região                França
Variedade(s)       Sauvignon Blanc
Safra                   2010
Álcool                 13 %
Preço                   Aproximadamente R$ 250
Importador          ?
Confrade             Alessandro Tommasi
Descrição            Dourado, média concentração, frutas amarelas evoluídas leve lácteo. Seco, corpo médio final de boca com nêspera. Para mim este vinho já passou da janela de consumo.
Classificação      


Adicionar legenda
Vinho 5              Beringer Knits Valley
Produtor             Beringer
Região                California - USA
Variedade(s)       Sauvignon Blanc
Safra                   2006
Álcool                14,1 %
Preço                  Sem referência para este rotulo
Importador         Smart Buy
Confrade             Fabio Miolo
Descrição            Dourado brilhante, grama cortada, fruta amarela com evolução, baunilha, lácteo, e madeira. Na boca boa acidez, encorpado, alcoólico, final de boca com amêndoa amarga, baunilha, e bala Toffe.  
Classificação      

Vinho    6             Umbú
Produtor             Braco Bosca
Região                 Canelones - Uruguai
Variedade(s)        Sauvignon Blanc
Safra                    2016
Álcool                  13 %
Preço                    R$ 120
Importador          Domno
Confrade             Paulo Sampaio
Descrição            Dourado brilhante com reflexos esverdeados. Mineral, cítrico, papelão, maracujá, e herbáceo. Boa acidez, seco, corpo médio, retrogosto cítrico.
Classificação       

Vinho 7               Rippon
Produtor              Rippon
Região                 Central Otago -Nova Zelândia
Variedade(s)        Sauvignon Blanc
Safra                    2018
Álcool                 13,5 %
Preço                   Por volta de R$ 300
Importador          Prêmium
Confrade             Aguinaldo Zackia
Descrição            Palha claro, brilhante, aromas limpos, mineral, grapefruit, lima da pérsia, e leve floral. Na boca, muito fino e elegante, alta acidez corpo delicado, longo com final refrescante, mineral e cítrico, sem a presença do leve adocicado.
Classificação       


Vinho    8            Mount Nelson
Produtor              Tenuta Campo di Sasso Antinori
Região                 Marlborough – Nova Zelândia
Variedade(s)        Sauvignon Blanc
Safra                    2006
Álcool                  14 %
Preço                    Usd 20 nos EUA
Importador           Não disponível no Brasil
Confrade              Alessandro Tommasi
Descrição             Dourado de média intensidade. Olfativamente muito complexo frutas amarelas maduras, petrolato, mineral, leve toque herbáceo e grapefruit. Na boca alta acidez, vibrante, encorpado, álcool na medida certa, final de boca longo com frutas evoluídas e muita mineralidade.
Classificação        



OBS: Comentários dos vinhos são meus, notas são médias do grupo

Posição de cada vinho por degustador
                            V1    V2       V3       V4      V5        V6        V7      V8        
Miguel               7         6           4         5          1           8         3         2        
Alesandro          6         8           6         1          4           2         6         2
Miolo                 5         3           6         4          7           2         8        1         
W.Fonceca        4          7           8         6          5           3         2        1          
Aguinaldo         2          5           4         3          8           7         5        1          
Paulo                 3          4           8         7          2           5         5        1          
W Tommasi      2          4           8          6          5           7         3        1        
Beto                  2          7           8          3          6           5         4        1        
Pontos             31         44        52        35       38         39        36      10       
Classificação     2          7          8           3         5           6         4         1       
  
 Vamos às notas médias de cada um dos vinhos

Vinho 1) – 89,4 - Nota mais alta  91  e mais baixa 86,5 - Posição 2º lugar

Vinho 2) – 88,6 – Nota mais alta 91,5 e mais baixa 87 – Posição 7º lugar

Vinho 3) – 88,1 – Nota mais alta 90 e mais baixa 87 – Posição 8º lugar

Vinho 4) – 89,2 – Nota mais alta 91 e mais baixa 87,5 – Posição 3º lugar

Vinho 5) – 88,9 – Nota mais alta 90 e mais baixa 87 – Posição 5º lugar

Vinho 6) – 88,8 – Nota mais alta 92 e mais baixa 86 – Posição 6 º lugar

Vinho 7) – 88,8 – Nota mais alta 90,5 e mais baixa  87 – Posição 4º lugar

Vinho 8) – 90,8 - Nota mais alta  92,5  e mais baixa 89 - Posição 1º lugar

10 de fev. de 2020

Abatidos 111 – Spanna Ca Rossa Antoniolo 1967



07 de Fevereiro de 2020

Variedade: Nebbiolo

Origem: Piemonte - Itália

Onde encontrar – Mistral

Preço:  R$ 684 para o Vinhedo San Francesco

A vinícola foi fundada em 1948 por Marco Antoniolo com a ajuda de sua filha Rossana que assumiu seu lugar em 1980. O produtor possui 11 hectares de vinhedo chamado Spanna localizado na região de Gattinara todos por volta dos 40 anos de idade. Seus vinhos seguem a linha tradicionalista de produção com mínimo de intervenção no processo, leveduras indígenas, guarda de 18 a 30 meses em barris de carvalho, sempre ficando mais um ano em garrafa antes de ser colocado a venda no mercado. A vinícola produz hoje 4 rótulos, a saber: Gattinara docg, Gattinara docg Osso San Grato, Gattinara docg San Francesco, Gattinara docg Castelle, Coste della Sesia Nebbiolo Juvenia, Coste della Sesia Rosato Bricco Lorella. O vinho provado já não é mais fabricado pois Spanna foi dividida em sub áreas gerando os crus por eles produzidos em nossos dias. O vinho provado apresentou cor granada de boa intensidade e forte halo de evolução. Olfativamente com frutas vermelhas evoluídas, vermute, terroso, e terciários mais intensos. Na boca acidez surpreendente, corpo médio final com frutas passadas e oxidadas. Para um vinho com 57 anos o resultado foi supreendente, mas certamente gostaria de tê-lo tomado a uns 20 anos atrás, mas valeu a experiência.
Avaliação -  sem avaliação

8 de fev. de 2020

Os Abatidos 110 – Kiñe 2018



05 de Fevereiro de 2020

Variedade: Verdejo

Origem: Maipo - Chile

Onde encontrar – Decanter

Preço:  por volta de R$ 354

Este vinho é elaborado pela Viña El Principal conhecida por seus deliciosos Memórias e El Principal. A vinícola possui 90 hectares de vinhedos e pertence ao alemão Jochen Dohle e ao chileno Said Handal, mas teve em sua origem o mestre Jean Paul Valette. Hoje com a área enológica nas mão do competente enólogo Gustavo Guzman além de manter a alta qualidade em seus vinhos já citados tem gasto tempo e energia na busca de novas variedades que se adaptem bem aos solos chilenos, e o vinho que degustamos hoje é uma prova que este projeto tem futuro garantido. Vinho elaborado com a espanholíssima Verdejo fruto de colheita manual das uvas com rendimento de 6.000 kg/he, crio maceração por 6 horas, fermentação em barricas , leveduras indígenas e guarda de 6 meses em garrafa antes de ser colocado no mercado. Possui 14% de álcool e ph de 3,2. De cor amarelo palha brilhante, aromas marcados por frutas cítricas, grama cortada, mineral e ligeira baunilha. Na boca, acidez intensa, corpo médio, persistência longa, leve salinidade e final cítrico. Vinho fresco agradável que mantém um delicioso toque sedoso. Primeiro Verdeja chileno que provo.

Avaliação 3

7 de fev. de 2020

Mini Vertical de El Principal para começar o mês

Gustavo Guzman e Walter Tommasi


Estive ontem com Gustavo Guzman enólogo responsável pela elaboração dos vinhos da Viña El Principal, desde 2005, que esteve no Brasil em visita oficial a sua importadora exclusiva, a Decanter. A Vinícola El Principal foi fundada em 1992 pelo enólogo Jean Paul Valette, antigo dono do famoso do Château Pavie e por Jorge Fontaine, dono da Fazenda El Principal que deu nome a vinícola homenagem ao Cacique Picunche Andetelmo, “El Principal”, dono das terras que hoje abrigam a empresa. Hoje a vinícola pertence a ao alemão Jochen Dohle e ao chileno Said Handal, que possuem 90 hectares localizados no Vale do Alto Maipo (D.O Maipo Andes) no vinhedo chamado de Andetelmo Estate aos pés da Cordilheira dos Andes, entre 750 e 950 metros acima do nível do mar. Guzman fez uma apresentação técnica explicando em detalhes as alterações de processo e de composição das variedades por conta das alterações climáticas deixando claro sua busca por exemplares menos pesados, mais em linha com as demandas atuais do mercado mundial de vinhos.  A vertical contou com quatro exemplares que irei descrever a seguir:


El Principal 2012 – Corte com 93% Cabernet Sauvignon, 7% Petit Verdot, 15% de álcool, e 18 meses de barrica francesa. - Rubi, extra tinto leve halo. Frutas negras maduras, tostado, pimenta preta, menta, e tabaco. Na boca tripé correto, boa acidez, taninos resolvidos, corpo médio, para amplo, pontinha de álcool, que não incomodou, final de boca sedoso macio frutado com toque chocolate. Um vinho pronto muito harmonioso, carnudo, dentro do que muitos chamam de estilo mais pesado, mas que para mim estava perfeitamente balanceado e sua janela correta de consumo. 92/100





El Principal 2013 – Corte com 87% Cabernet Sauvignon, 9% Petit Verdot, 4% Cabernet Franc, 15% de álcool, e 20 meses de barrica francesa. - Rubi extra tinto sem halo. Vegetal, fruta negra, mineral, grafite, e pimenta. Boa acidez, mais estruturado, taninos finos ainda presentes, bom corpo, fresco, final fruta negra, chocolate amargo, e muita mineralidade. Um vinho mais direto e certamente de maior potencial de guarda do painel, mas em minha opinião ainda não pronto para consumo 91/100

El Principal 2014 – Corte com 90% Cabernet Sauvignon, 7% Petit Verdot, 3% Syrah, 14,5% de álcool, e 20 meses de barrica francesa.  - Rubi com toques violetas, extra tinto, sem halo.  Fechado, couro, frutas negras, e tostado. Ótima acidez, taninos presentes, corpo médio, retrogosto frutado e mineral com amargor final. Foi a safra que menos me agradou com algumas arestas para serem resolvidas. 89/100
El Principal 2015 – Corte com 92% Cabernet Sauvignon, 5% Petit Verdot, 3% de Syrah, 15% de álcool, e 20 meses de barrica francesa.  – Cor de sangue, intenso, sem halo. Fruta vermelha, cassis, herbáceo, mineral, e pimenta do reino. Ótima acidez, taninos finos presentes, corpo médio para curto, final de boca frutado e fresco. Um vinho mais vertical, e extremamente agradável, fácil de beber bem no estilo mais leve que domina o mercado hoje em dia.  92 /100.






O preço de venda para consumidor final do El Principal é de R$945 para a safra 2014, em breve prevista chegada da safra 2015.
Após a vertical foi servido um delicioso almoço preparado pela chef Ana Saffier com Tartar de Salmão, Strudel de Cogumelos e Magret de Pato, acompanhados de um maravilhoso Verdejo Kinê 2018 que postarei em breve, e dois tintos , o Calicanto 2017, e o Memórias 2016. Vale a pena conhecer .

Decanter- Site: www.decanter.com.br – Fone (011) 3760 0000

5 de fev. de 2020

Abatidos 109 – Rippon Sauvignon Blanc 2018



02 de Fevereiro de 2020

Variedade: Sauvignon Blanc

Origem: Central Otago – Nova Zelândia

Onde encontrar – Premium Wine

 Preço:  por volta de R$ 380

Particularmente ainda não tive o prazer de visitar a Rippon mas muitos amigos que lá já foram confirmam ser uma das mais belas vinícolas do mundo. Fundada em 1974 pela família Mills em Lake Wanaka, Central Otago, na Nova Zelândia, tem hoje Nick Mills, filho dos fundadores, junto com sua esposa Jo a frente dos negócios. Nick é graduado em enologia e viticultura em Beaune, Borgonha. A Rippon possui 15 ha de vinhedos, cultivados pelo método biodinâmico, sendo 8 ha de Pinot Noir,e 7 entre Sauvignon Blanc, Gewurstraminer. Sua linha de produtos conta com um Sauvignon Blanc, um Gewurstraminer, um Pinot Noir e mais dois Pinot Noir de vinhedo:  Rippon Emma`s Block , e o Tinker`s Field. O Sauvignon Blanc foi provado na degustação de minha confraria Sereníssima e surpreendeu a muitos que esperavam um vinho mais robusto e estruturado, com pontinha adocicada como eram seus vinhos a algumas safras atrás, mas ele mostrou a nova tendência dos bons vinhos desta localidade. O vinho tinha cor palha claro, brilhante, aromas limpos, mineral, grapefruit, lima da pérsia, e leve floral. Na boca, muito fino e elegante, alta acidez corpo delicado, longo com final refrescante, mineral e cítrico, sem a presença do leve adocicado. Gostaria de provar este vinho daqui 2 anos.

Avaliação: 4