12 de mai de 2016

Desfile de Champas na confraria das 2as feiras



Uma de minhas confrarias favoritas completou 4 anos de vida . A  Confraria das 2as Feiras  foi fundada por um grupo do Facebook apreciadores de vinhos do Velho Mundo que decidiu se reunir uma vez ao mês para dividir suas preciosidades. Fazem parte deste grupo Alessandro, Andre, Esper, Javera, Paulo, Yuki, Sidney, Victor e este que vos escreve. Para comemorarmos nosso aniversario escolhemos como tema o Champanhe e para estar a altura das prometidas estreladas nada melhor do que um belo jantar no Bela Sintra. A noitada foi absolutamente perfeita com comida excelente e generosa, champas maravilhosas e a sempre gostosa companhia destes apreciadores de vinho que hoje se tornaram de amigos

Vamos as 8 bolhudas

1)
Laurent-Perrier  1999 - Complexa , madura, no ponto certo para consumo. Surpreendeu pelo frescor já carregando 17 anos nas costas. Uma verdadeira Michele Pfeiffer Para mim foi a surpresa da noite ficando em primeiro lugar. Confrade Alessandro

2) Billecart-Salmon - Grand Cru - Brut - Blanc de Blancs - Fresca, mineral, direta cítrica  monoaromatica . Perlage um pouco mais rústico mas muita gente já ficou sonhando com ostras frescas ao seu lado Confrade  Yuki

3)
Egly-Ouriet - Les Vignes de Vrigny" - Premier Cru  Classuda, monárquica  muita levedura frutas amarelas maduras, frutas secas, longa e equilibrada. Já um Clássico foi minha 3ª.  Confrade Esper

4)
Fidele - Vouette & Sorbée - Extra Brut – Diferentona, champanhe usando bermuda florida e camiseta rosa rasgada, curiosa, caju, mexerica, lembrou os vinhos naturebas mais ripongas   Trazida pelo André

5)
Jacques Selosse - Brut – Initial – Complexa, mineral, incenso, leveduras e floral. Na boca agressiva persistente mas com uma ponta de álcool a mais, gostaria de prova-la daqui uns 5 anos, Faz jus a sua fama  ficou em 2º lugar. Confrade Victor

6)
 Agrapart & Fils - Mineral - Extra Brut - Blanc de Blanc 2007 – Mais uma champa para wine Geeks vestidos de terno listado camisa xadrez, gravata borboleta óculos de aro grosso e guarda chuva .  Olfativamente com doces e salgados, mineral, cítrico, e talco. Certamente um exemplar difícil mas muito curioso, para ser entendido  Confrade Sidney


7)
 Drappier Charles de Gaulle - Brut 2002 – Champanhe correta, pronta para beber, mas aberta para paladares cansados,  levedura, cítrico, maça, abacaxi, e borracha. Boca correta, mais estruturada, tudo certinho, mas devo dizer que me decepcionou um pouco, pois finalizava sem festa e sem sorrisos, pareceu uma dama inglesa estilo armário envernizado. Confrade Eu  

8) Boizel Brut Reserve -  Boa Champanhe aberta para paladares esgotados.  Fermento, brioche, abacaxi, leve herbáceo, Mouse intensa com ligeira rusticidade, nervosa, corpo médio e final amendoado que também pode ser chamado de amargo, se estas duas fossem abertas no inicio a percepção poderia ser outra ! Melhor ou pior Who Knows - Confrade Javera

Nenhum comentário:

Postar um comentário