14 de mar de 2016

Salcheto Grandes Vinhos preocupados com o meio ambiente

Michele Manelli

Um produtor  com 30 anos para a região da Toscana pode não significar muita coisa  pois grande parte da vinícolas locais são centenárias, nobres, e iconográficas . Mas a jóvem  Salchetto já esta posicionada entre as mais promissoras produtoras de vinho de Nobiles di Montepulciano pelo total comprometimento a suas crenças e pelos resultados que só podem ser comprovados ao se tomar seus vinhos, e isto fica ainda mais patente quando  temos a oportunidade de provar safras mais antigas. A Salcheto é uma vinícola biolôgica e biodinâmica  considerada referência em gestão ambiental integrada (  GHG, Acqua, Biodiversità) , foi também a primeira vinícola do mundo a obter o certificado  de Carbon Footprint para suas garrafas de vinhos (de acôrdo com o padrão ISO 14064, nel 2011). Seus vinhos  são elaborados integralmente sem sulphitos  e  sempre com leveduras indigenas . A vinícola é de propriedade da companhia internacional de vinhos Lavinia mas gerenciada pelo enologo Michele Manelli que nos atendeu em nossa recente visita a suas instalações  em Montepulciano. A visita ocorreu em Fevereiro  durante  minha viagem para atender aos Anteprimas Toscanos . Para esta ocasião Michele preparou uma vertical  com 17 Nobiles Salcheto e dois Nobiles Salco , Vamos às safras provadas  :



1) Nobile Salcheto 1997 - Rubi indo para granada, halo de evolução. Vinoso, couro, terroso madeira velha. Boca perfeita , taninos finos, corpo médio , retrogosto  frutado com evolução e ligeiro tostado Mesmo tendo sido uma safra quente o tempo de guarda o deixou perfeito para o consumo ,foi um de meus favoritos  91/100
2)Nobile Salcheto 1998 - Rubi indo para granada , extratinto,  intenso ,halo de evolução. Tabaco, frutas vermelhas maduras, couro, balsâmico. Ótima acidez, taninos finos,  bom corpo, final de boca complexo e maduro . Vinho mais elegante certamente por ter sido safra mais fresca, foi meu vinho favorito do painel 92/100
3) Nobile Salcheto 1999 – Granada intenso, halo de evolução. Bret, couro, gas,  frutas vermelhas maduras com evolução. Na boca, austero, boa acidez,  taninos finos , menos estrutura na boca ,mais delicado , final de boca fresco mesmo tendo sido uma  safra quente . Delicioso 92/100
4) Nobile Salcheto 2000 - Granada ,intenso, halo de evolução. Funghi, couro, frutas vermelhas maduras . Ótima acidez, taninos marcados, corpo médio, quente , final de boca intenso  com frutas maduras e  taninos ainda pegando . Vinho de safra muito quente  88/100
5) Nobile Salcheto 2001 – Rubi, alta concentração, leve halo. Frutas negras maduras tostado, ligeiro couro. Boa acidez, alcoolico, taninos finos, corpo longo, redondo, final de boca com fruta doce . Uma  safra dificil onde os proidutores tiveram que selecionar as melhores uvas, mas escolhidas foram boas 89/100
6) Nobile Salcheto 2002 – Granada, média concentração, halo de evolução intenso.  Frutas negras maduras, herbáceo, couro, e  tostado. Ótima  acidez, taninos  presentes, bom corpo,  final de boca agradavel e gastronômico, e ligeira rusticidade. Uma safra úmida com muita que fez com que muitos nem se atrevessem a produziram  os Nobiles . 88,5/100
7) Nobile Salcheto 2003 - Granada ,média concentração, halo de evolução. Olfativamente mais cansado,  fruta cozida, couro, leve terroso. Boa acidez taninos ainda verdes , alcoolico,  corpo médio para amplo, retrogosto com frutas  cozidas, meio flat sem muitos atrativos  87/100
8) Nobile Salcheto 2004 – Granada,concentrado, halo de evolução.Olfativamente herbáceo, fruta vermelha madura, picante, terroso. Ótima acidez, taninos intensos , corpo médio, final de boca frutado, fresco e tânico. Por ser uma safra  normal para a região esperava um vinho mais  elegânte. 88,5/100
9) Nobile Salcheto 2005 – Rubi indo para granada, mais ralo, halo de evolução. Nariz intenso , frutas vermelhas maduras, herbáceo, terroso,e couro. Boca ainda rascante, corpo médio, retrogosto frutado, acidez ok , final de boca bem rustico. Outra safra ok mas vinho sem grandes destaque  88/100
10) Nobile Salcheto 2005 ( Magnum)   - Rubi indo para granada ralo, leve halo.  Nariz fechado, couro,  frutas maduras ,com toques de violetas . Boa acidez, taninos ainda verdes,  corpo médio , final fresco e frutado. Mesma safra que o anterior mas pareceu mais limpo e equilibrado pois perdeu a rusticidade 89/100
11) Nobile Salcheto 2008 - Granada ,ralo, halo de evolução. Frutas vermelhas  maduras, herbáceo, leve tostado. Boa acidez,  ponta de álcool,  suculento, corpo médio , retrogosto frutado com ligeirar adstringência .  Uma  safra que muitos comparam a de 1998 nem quente nem fria, deve melhorar com mais uns  2 anos de garrafa. 89/100
12) Nobile Salcheto 2009 – Granada, ralo, halo de evolução. Floral , frutas vermelhas maduras, tostado e terroso. Ótima acidez, taninos verdes , corpo médio ,suculento , ligeiro amargor. Uma  safra quente  mas nem tanto gerando  vinhos leve e macios 88/100
13) Nobile Salcheto 2010 - Rubi indo para granada, leve halo.  Frutas negras frescas, herbáceo, violetas e certa mineralidade. Boa acidez, ponta de álcool,  taninos finos presentes , corpo médio,  final de boca frutado , com bom equuilibrio.. Mesmo jóvem  este vinho agradou bastante , promete, safra considerada perfeita  na região. 89,5/100
14) Nobile Salcheto 2011 – Rubi, média concentração sem halo.  Fruta negra confitada tostado. Na boca,  boa acidez, fresco, agradavel, taninos presentes mas finos ,corpo médio retrogosto frutado,  promete . Uma safra quente mas para mim o vinho estava perfeito, só pedindo tempo de guarda em garrafa 90/100
15) Nobile Salcheto 2012  Rubi, ralo, sem halo. Olfativamente com frutas negras maduras, menta, violetas e ponta salgada,  mineral. Boa acidez, taninos  presentes , corpo médio, retrogosto frutado , agradavel  .  Mais uma safra quente mas menos que o ano de 2011 foi considerada safra 5 estrelas . 89/100
16) Nobile Salcheto 2013   Rubi, média concentração, sem halo. Frutas negras frescas, menta, mineral , e salgado . Na boca, alta acidez ,taninos verdes, corpo médio, retrogosto frutado e tânico  . Uma safra onde as uvas maturaram menos que a média  gerando vinhos mais tânicos .  88/100

17) Nobile Salcheto 2014 Rubi ,média concentração, sem halo. Fruta azeda ,menta, mineral Boa acidez, taninos verdes,corpo médio , retrogosto frutado e tanico ainda cheio de arestas .   Safra  modesta marcada pelas  frutas. 87/100
18) Nobile Salco 2006 - Rubi indo para granada. Fruta negra madura , herbáceo ,violetas,  tostado, e tabaco. Ótima acidez, tanino presente, corpo intenso, retrogosto frutado, redondo sedoso ,pronto para beber 90/100
19) Nobile Salco 2007 Rubi indo para granada brilhante, halo de evolução. Olfativamente trazendo frutas negras primarias, tabaco, tostado,  terroso, e ponta de alcaçuz. Na boca  sedoso, boa acidez , ainda quente,  taninos presentes , corpo intenso, final  de boca  frutado e seco. 89/100

Particularmente nunca havia tomado os vinhos deste produtor,e muito me impressionou a capacidade de guarda dos mesmos ,ainda mais pelo fato de não conterem sulfitos. Destaque para os vinhos mais maduros que agora estão entre 15 e 20 anos de guarda , que considero ser o timing ideal para estes vinhos toscanos de primeira linha como Nobile, Brunello , Chianti Classicos Riserva e Supertoscanos.  Certamente a partir de agora a Salcheto fará parte dos vinhos de  minha adega, por falar nisto já tenho meu primeiro exemplar  um 2011 para ser tomado daqui uns 10 anos .


Salchetto – Site : www.salcheto.it

Nenhum comentário:

Postar um comentário