12 de out de 2014

Clap clap clap para a Wines Of Argentina sensacional !


Tenho participado de diversos  eventos, apresentações e degustações de vinho em minha carreira de jornalista especializado e devo dizer que fiquei extremamente impressionado e contente com a organização do recente evento do Wines of Argentina denominado “Premium Tasting” que acontece anualmente em Mendoza e que pela primeira vez aconteceu no Brasil onde tem como representante o jovem Deco Rossi . Primeiramente por abrir uma janela aos presentes sobre “what is going on” na atual forma de ver e praticar a enologia no mundo e como isto reflete na Argentina e seus vinhos, e em seguida pelos exelente vinhos provados . Foram dois dias cheios de conteudo e agradáveis surpresas, no primeiro tivemos  4 Master Classes:  1) Chardonnay e Cabernet Franc de Altura, com Alejandro Vigil, enólogo da Catena Zapata. – 2) Vinos do Norte, com José Luis Mounier, enólogo da Lavaque. – 3) Troféus Regionais do AWA 2014 com Daniel Pi, enólgo da Trapiche, e  4) “Terroirs”, com Sebastián Zuccardi, enólogo da Família Zuccardi , e no dia seguinte o Premium Tasting da Argentina” com apresentação de Suzana Balco, Suzana Barelli e Guilherme Correa.


Vou concentrar este post na apresentação  de Alejandro Virgil que iniciou com 3 chardonnay elaborados da mesma maneira com o  mesmo tempo de passagem por barricas, com uvas de 3 vinhedos distintos que tem apenas  como diferença o tempo de colheita das uva , tendo como meta não superar os 13,5% de álcool .


O primeiro cultivado a 1.400m, com predominância de solo calcáreo com pequena capa de areia . – Dourado brilhante. Abacaxi maduro, floral,ervas escuras, ligeiro tostado de madeira antiga. Otima acidez, cortante, corpo médio, final de boca bem acido lemrando suco de limão e forte mineral. Im vinho com nariz tradicional mas boca bem estilo Dry Bone, onde não se sente a madeira e certamente de muito longa guarda.

O segundo  cultivado a 1.100 m, com solo aluvional com muitas pedras. - Dourado brilhante. Olfativamente mais mineral lembrando pedra molhada, pêssego , abacaxi fresco, floral, e fosforo. Boca com boa acidez, redondo, corpo médio, macio, final de boca com abacaxi e muito leve tostaado. Um vinho mais fácil de beber, agradável e delicado, com ligeira sensação da madeira.

O terceiro cultivado a 800 m, com solo de predominância argilosa. - Dourado com toque verdeal. Frutas amarelas frescas, floral e tostado. Na boca mais pesado,  acidez média, amanteigado, corpo médio,  retrogosto com abacaxi maduro e baunilha. Um vinho que me lembrou os chardonnay americanos mais frutados com forte presença de madeira

Em seguida provamos 4 Cabernet Franc
O primeiro veio de  solo profundos de predominância argilosa  - Violáceo concentrado, sem halo. Aromas intensos de frutas negras frescas, toque vinoso, herbáceo, e  grafite. Na boca, boa acidez, taninos finos presentes, corpo médio, suculento,retrogosto bem  frutado, ligeira madeira.  Vinho  marcado pelas frutas e notas de piracina

O segundo de solo pouco profundo aluvional com calcareo – Violáceo, média concentração, sem halo. Frutas negras, pedra molhada azeitona , e grafite. Na boca boa acidez,  taninos intensos corpo médio retrogosto frutado com toque mineral salgadinho. Vinho marcado pelo mineral  e seus taninos ainda adstringentes .

O terceiro de solo pouco profundo com 25 cm de areia e abaixo rocha dura de calcáreo – Violáceo, alta concentração, sem halo. Frutas negras, mineral , grafite, e cafe. Na boca, boa acidez,  taninos equilibrados,  estruturado, corpo médio, final de boca com ligeira apereza  e mineralidade. Foi meu exemplar favorito, um vinho mais estruturado, suculento, mas com mineralidade, e  cetramente de longa guarda.

E o quarto de solo calcareo – Rubi, ralo, sem halo . Olfativamente austero, ligeiro bret, frutas negras, e tostado. Na boca, alta acidez, taninos presentes , corpo médio, final de boca mineral com salinidade  Vinho mais rústico e gastronomico , me agradou muito.
Show de bola !!!!!

Wines of Argentina  - Site: www.winesofargentina.org 

Nenhum comentário:

Postar um comentário