23 de out de 2014

Casa do Porto abre 11 (Vinhos do ano) da revista Wine Spectator



Todos sabem que o Pericles é um grande apreciador de vinhos e que traz verdadeiras jóias  através de sua importadora Casa do Porto. Por ser uma pessoa arrojada sempre busca novas e diferentes  alternativas para seu negócio mas sempre com muita classe. A um mês atrás ele me contou que estava organizando esta degustação para seus clientes juntamente com um convite de participação, claro que aceitei o convite imediatamente. A lista de vinhos me deixou muito curioso pois contava com alguns ícones que eu nunca havia provado, além de alguns clássicos dos quais eu gosto muito. A degustação ocorreu esta semana e foi conduzida pelo amigo Arthur Azevedo que esmiuçou como sempre cada um dos vinhos apresentados, a seguir um delicioso jantar que acabou nos entretendo até altas horas da noite em um ambiente muito gostoso e descontraido. Continue com estes deliciosos encontros Péricles e que sempre tenham casa cheia


Vamos aos vinhos provados : 

Kosta Browne 2009 – Varietal 100% Pinot Noir, com preço estimado em Usd 52 nos EUA,  14,5% , elaborado em Sonoma Cost na California, USA ao norte de San Francisco logo acima de Carneros , a 24 km do oceano  Pacífico. Este vinho é um habitué na lista dos 100 mais da revista, o exemplar tomado foi o da safra 2009 premiado em 2011, mas já tinha visto o 2005 e o 2007 premiados anteriormente . Em 2011 este exemplar de 2009 teve  95 pontos tendo sido também considerado o vinho do ano . - Rubi com toque violáceo, média concentração, sem halo. Olfativamente marcado pela fruta, com muita tipicidade, cereja , floral, canela , leve couro. Na boca ótima acidez, taninos finos, delicado, corpo médio, final de boca frutado muito delicado, persistente com final trazendo fruta madura. Este vinho com mais idade , as cegas poderá engandar muita gente pois tem tudo para lembrar um bom borgonha. Nota 93/100

Caymus Special Selection 1990 - Varietal 100% Cabernet Sauvignon com preço estimado de USD 180, com 13% de álcool, e  34 meses em baricas . Elaborado com uva da região de Stag's Leap,  Napa Valley. Este vinho foi premiado em 1998 tendo sido considerado o vinho do ano com 98 pontos. - Granada , alta concentração halo intenso de evolução. Ameixa, frutas vermelhas com pronunciada evolução, chá, couro, menta, pimenta do reino,e  tostado. Boa acidez, taninos finos ainda presentes, corpo médio , retrogosto com fruta evoluida , terroso, com tostado. Um vinho delicioso, já ligeiramente fora de seu momento ideal de consumo mas que comprovou o porque da fama deste produtor .  Nota  93/100




Château Ducru-Beaucaillou 1995 – Corte  com 70% Cabernet Sauvignon , e 30% Merlot com preço estimado de USD 150, com 13% de álcool. Elaborado com uvas da região de  Saint Julien . Este vinho foi premiado em 1998 tendo sido considerado o vinho do ano com 97 pontos. - Rubi, violáceo , alta concentração leve halo. Olfativamente, limpo, elegante, floral, lembranbdo violetas, ameixa, cassis,  pimenta do reino , especiarias, menta e ligeira baunilha . Na boca, alta acidez, macio, taninos finos e empoeirados, elegante,  final de boca limpo fresco ,feminino . Cada vez mais eu gosto dos vinhos da Ducru-Beaucaillou , sempre muito longevos, elegantes limpos que nos levam quere beber a garrafa inteira. Este exemplar estava pronto para beber mas garanto que daqui uns 10/15 anos estará em seu auge. Recentemente tomei um 1975 que estava absolutamente perfeito. Meu vinho da noite Nota 95/100


Solaia 1997 – Corte  com 75% Cabernet Sauvignon , 15% Cabernet Franc, e 20% de Sangiovese com preço estimado de USD 300, com 13,5% de álcool e 24 meses de passagem por barricas francesas . Elaborado com uvas da região de  Toscana . Este vinho foi premiado em 2000 tendo sido considerado o vinho do ano com 98 pontos. -  Infelizmente o vinho estava bouchonée








Insignia Joseph Phelps 2002- Corte  com 78% Cabernet Sauvignon , 14% Merlot, 7% Petit Verdot, e 1% de Malbec,  com preço estimado de USD 300, com 14,4% de álcool. Elaborado com uvas da região de  Santa Helena em Napa Valley . Este vinho foi premiado em 2005 tendo sido considerado o vinho do ano com 98 pontos.  - Violáceo, extra tinto, sem halo. Floral intenso, frutas negras, mineral, cereja, tostado,café. Na boca ótima acidez,taninos ainda presentes, corpo médio para amplo, ponta de alcool, final de  boca com cereja e alcaçuz . Um vinho muito interessante já um pouco mais no estilo fruit bom, com tudo um pouco a mais, deve envelhecer bem. Nota 92/100




Casa Nova di Neri Tenuta Nuova 2001 - Varietal 100% Sangiovese  com preço estimado de USD , com 15% de álcool, e  30 meses em baricas mais 18 em garrafa, com preço estimado de Usd 85,00  . Elaborado com uva da região de  Montalcino, Toscana, Itália. Este vinho foi premiado em 2006 tendo sido considerado o vinho do ano com 97 pontos. - Rubi, extra tinto,  leve halo. Olfativamente complexo, violetas, sottobosco,menta, frutas vermelhas maduras,e  mineral. Na boca , ótima acidez, taninos presentes muito finos, corpo médio sem presença de álcool , longo, final de boca agradável com cereja e ligeiro tostado . Esse vinho me encantou chego até a dizer que me agrada mais do que seu ícone Cerretalto . Nota 94/100




Clos dos. Pape 2005 – Corte com 65% de Grenache , 20%  Muvedre, 10%  syrah, e outras, Com 14,5% de álcool, com passagem em bottes de carvalho frances por 12 meses, e preço estimado de USD 160,00 .Elaborado com uva da região sul do Côtes du Rhône , França. Este vinho foi premiado em 2007 tendo sido considerado o vinho do ano com 98 pontos.- Rubi, média concentração, leve halo. Olfativamente complexo, frutas negras azedas, menta, limpo, pimenta, e lavanda. Na boca , delicado, redondo, taninos ainda presentes, corpo médio final de boca elegante muito agradavel . Vinho sensacional adequado para aqueles que gostam de vinhos mais leves, um pouco mais de acidez o deixaria perfeito . Nota 93,5 /100




Clos Apalta 2005 – Corte com 42% Carmenere, 28% Cabernet Sauvignon, 26% Merlot, e 4% de Petit Verdot. Com 15% de álcool, com passagem em barricas novas francesas  por 24 meses, e preço estimado de USD 160,00. Elaborado com uva da região de Vale de Colchagua, Chile . Este vinho foi premiado em 2008 tendo sido considerado o vinho do ano com 96 pontos – Rubi extra tinto, sem halo.  Frutas negras maduras, ligeira goiaba, mineral. Na boca ,  ótima acidez suculento, taninos finos presentes,  corpo médio, final de boca com fruta evoluidas e ligeiro amargor. Um grande vinho chileno que precisa muito tempo de garrafa para mostrar seus predicados queria toma-lo daqui uns 10 anos Nota  91/100




Adicionar legenda
Saxum James Barry Vineyard 2007 – Corte com 41% Grenache, 31% Mourvèdre e 28% Syrah 15,8% de álcool, com passagem em barricas de carvalho  por 20 meses, e preço estimado de USD 160,00. Elaborado com uva da região de Passo Robles, California, USA  . Este vinho foi premiado em 2010 tendo sido considerado o vinho do ano com 98 pontos. - Violáceo, alta concentração, sem halo. Olfativamente com frutas negras, confitado, toque herbáceo, canela, floral lembrando violetas, muito limpo. Boa acidez, taninos doces, bom corpo ,pontinha de álcool ,retrogosto  frutado com ligeiro adocicado lembrando cereja no lico. Um vinho que lembra um Cheateauneuf mas com muito mais musculos. Interessante Nota 93/100.





Shafter. Relentless 2008  - Corte com Syrah , e Petit Syrah com 15,6% de álcool, com passagem em barricas de carvalho frances por 30 meses, e preço estimado de USD 130,00. Elaborado com uva da região de Stags Leap,  napa, California, USA . Este vinho foi premiado em 2012 tendo sido considerado o vinho do ano com 96 pontos- Rubi, violáceo, extra tinto, sem halo. Floral, frutas negras frescas, leve herbáceo, chocolate. Na boca. ótima acidez , taninos ainda não prontos, corpo médio retrogosto frutado, suculento, ponta de alcool ,. Um vinho estruturado mas bem balanceado para ser tomado em 10 anos pois tem um pouco de tudo a mais , bastante gastronômico. Nota 93/100.





Fonseca Vintage 1994 – Elaborado com uvas da região do Douro, Portugal , preço estimado Usd 195. Este vinho foi premiado em 1997 tendo sido considerado o vinho do ano com 100 pontos .- Granada, alta concentração, halo presente. Olfativamente complexo, figo ramy, floral, agua de rosas, mexerica,  tostado velho.Na boca acidez exuberante, corpo médio final de boca frutado com figo e rosas. Um vinho inesquecível poderia dizer sem medo de errar que foi o melhor Vintage que tomei ainda jóvem, Espetacular Nota  96/100







Casa do Porto: Site www.casadoportovinhos.com.br – fone : (011) 3061-3003

Nenhum comentário:

Postar um comentário