21 de mar de 2014

Find Importer Day - os escolhidos de Luiz Horta




A algum tempo atrás destaquei para vocês na revista Go Where Gastronomia um trabalho realizado pelo amigo Luiz Horta para a Wines of Portugal, ele foi à "terrinha" escolher alguns vinhos de seu gosto que poderiam caber no paladar do público brasileiro. nesta 3a feira que passou, estes vinhos foram apresentados a importadores, jornalistas e formadores de opinião de São Paulo no evento denominado “Find Importer Day, e devo dizer que a escolha dos vinhos foi sensacional. Em conversa com diversos jornalistas que estiveram presentes na Embaixada de Portugal todos foram unânimes em reconhecer as acertadas escolhas e a alta qualidade dos vinhos apresentados. 

Claro que como sempre não consegui provar todos os vinhos servidos portanto posso até estar fazendo alguma injustiça pelo fato de não citar um ou outro produtor, mas entre aqueles que eu tomei meus favoritos foram:
Adega Cooperativa da Covilhã da região de Beira Interior

Colheita do  Sócio Garrafeira 2008 Corte com Touriga Nacional, Tinta Roriz e Syrah – Violáceo, alta concentração , sem halo. No nariz, frutas negras maduras, ervas aromáticas,e  pimenta. Na boca, tripé correto, corpo médio, redondo, macio, retrogosto frutado , e tostado. Ótrimo vinho , seria perfeito se tivesse um pouquinho mais de acidez. Nota  88/100 




Azamor Wines da região do Alentejo

Azamor Petit Verdot 2009 -  Violáceo, extra tinto, sem halo. Cereja no licor, cafe, menta, toque herbáceo. Na boca, boa acidez, taninos presentes,  corpo médio, delicado. Direto,  retrogosto mineral, com  frutas negras e grafite. Um vinho de guarda extremamente agradável e direto. Nota 89/100





Caminhos Cruzados  da região do Dão 
 
Titular 100 Encruzado 2012 - 13% de álcool e  5 a 6 meses em barricafr ancesa. - Jade claro brilhante. Fechado, mineral, cítrico, e limão siciliano. Ótima acidez, seco, limpo, corpo médio retrogosto com especiarias lembrando  cravo. Um vinho deliciosamente mineral, fresco, limpo Nota 88/100

Titular Touriga Nacional 2011 -14% de álcool com um ano de barrica francesa. - Rubi, alta concentração, sem halo. Olfativamente complexo, floral,  frutas negras frescas, leve mineral , toque tostado. Na boca, fresco, leve, limpo, taninos sedosos, delicado, elegante, retrogosto  mineral bem limpo , Foi um de meus vinhos favoritos 91/100

Adicionar legenda
Casa Mouraz  Antonio Lopes  Ribeiro  da região do Dão

Casa Mouraz  2011 - 13,5%  de álcool  passagem de 15% por barricas usadas.- Rubi ,ralo, sem halo. Olfativamente marcado pelas frutas negras frescas, ervas escuras, químico,  verniz, e alcaçuz. Na boca , ótima acidez, taninos ainda adstringentes, bom corpo e persistencia, retrogisto  frutado e tostado. Um vinho deliciosamente  gastronomico. Nota  88 /100






Secret Spot Wines da região do Douro

Lacrau Branco 2011 – Corte de vinhas velhascom  rabigato, gouveio e viosinho fermentado em barrica . Jade, brilhante. Olfativamente mineral, frutas amarelas , toqueterroso, orracha , e pedras molhadas . Na boca, ótima acidez, fresco, mineral,  corpo médio, retrogosto com  frutas amarelas , e ligeiro tostado. Vinho fresco para todos os dias Nota 88/100

Moscatel Secret Spot 40 Anos - Âmbar com reflexos esverdeados, ralo, brilhante. Olfativamente muito complexo, figo ramí, frutas cristalizadas, caramelo, ameixa preta, e café. Na boca sedoso, corpo médio, elegante, cremoso, corpo médio, retrogosto confirmando o olfativo. Um vinho doce perfeito pois tem acidez correta e o doce não supera a fruta. Nota 91/100

 
Folias de Baco  da região do Douro

Olho no Pé  Moscatel  Galego 2013 - Pahla verdeal, brilhante. Olfativamente,perfumado e  complexo, pêra, maça verde, floral, notas herbaces. Na boca, ótima acidez, fresco , corpo curto para médio, e retrogosto confirmando o nariz. Um vinho com final de boca muito agradável ,delicado , feminino. Nota 88/100

Olho no Pé Grande Reserva Vinhas Velhas 2009- Com 2 anos em barrica francesa, sendo 20% nova , mais dois em garrafa.  Ribvi, indo para granada., sem halo. Olfativamente complexo, frutas negras, herbáceo, azeitona, floral, e leve tostado. Na boca, boa acidez, redondo, taninos presentes, elegante,  gastronomico,. Um vinho dekicioso com muitom potencial de  guarda 90/100

Espero que estes produtores realmente consigam fazer acordos com nossas importadoras pois gostaria muito de ver estes produtos em nosso mercado. 

Meus parabéns ao Luiz Horta pelas ótimas escolhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário