23 de set de 2013

Portus Cale + Quinta da Romaneira = Prazer e descontração


Pessoas realmente fazem a diferença e isto foi comprovado durante nosso encontro na semana passada quando a Portus Cale nos convidou para um almoço no delicioso Restaurante Adega Santiago,com Christian Seely diretor Geral da empresa mas que também contou com a presença do dinâmico  Almir Meireles do grupo de investidores que hoje comandam a Quinta da Romaneira assim como a Argiano, e Karene Vilela própritaria da importadora. A Quinta tem uma longa historia mas sua retomada só ocorreu recentemente (em 2004) quando Christian resolveu e, juntar alguns investidores adquirir a historica propriedade e torna-la novamente produtiva. Os vinhedos da Quinta da Roimaneira são bem antigos e estão entre os 4 maiores em extenção dentro da região d Douro com cerca de 85 hectares plantados, destacando as castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinto Cão. Possuem também uma pequena porção de uvas brancas (Gouveio, Malvasia Fina e Viosinho) e alguns hectares experimentais de castas "internacionais ", como Syrah e Petit Verdot, que começam a apresentar vinhos tintos com resultados extremamente promissores. Hoje a vinicola produz diversos vinhos tranquilos como :
Sino da Romaneira
Quinta da Romaneira Touriga Nacional
Quinta da Romaneira Touriga Nacional/Syrah
Quinta da Romaneira Syrah
Quinta da Romaneira
Quinta da Romaneira Reserva
Quinta da Romaneira Branco
Quinta da Romaneira Verdelho
Quinta da Romaneira Rosé

Além de vinhos do Porto como:
Fine Ruby
Fine Tawny
Fine White
Unfiltered LBV 2007
Tawny 10 Anos
Tawny 40 Anos
Vintage


Nosso almoço foi recheado de histórias interessantes, e como dito anteriormente absolutamente  descontraido,  provamos três vinhos mais do que suficientes para tornar o ambiente super agradável como costuma ser um bom almoço em família. O branco e o tinto acompanharam perfeitamente bem nosso almoço e o Porto que inicialmente tinha o papel de cortejar a  sobremesa, acabou ganhando um novo papel,  pois  para os charuteiros de plantão a coisa ficou ainda melhor quando o Almir aparecu com alguns Partagas que foram culpados pela extinção do precioso liquido das garrafas . Realmente um fechamento com chave de Ouro !!!!!

Vamos agora a descrição dos dois vinhos degustados:

Quinta da Romaneira Branco 2012 – Corte de Malvasia fina, Gouveio e Viosinho. - Palha verdeal, brilhante. Olfativamente muito fresco. cítrico doce, pêra, lichia, mineral, ligeiro  herbaceo, e ponta salgadinha. Na boca , alta acidez, fresco, tânico, corpo médio retrogosto bem fresco, frutado (pêra cozida). Nota 87/100 -  R$ 90







Quinta da Romaneira Reserva 2008 – Elaborado com com vinhas velhas. violaceo média concentrção. Complexo, vinoso, frutas negras, violetas, terroso, e toque mineral. Na boca tripé perfeito, taninos finos e doces, corpo médio, alcool ok, final de boca frutado,com  pontinha doce. Um vinho de guarda que já está pronto para abate . Nota 90/100  R$ 220






Quinta da Romaneira Porto 10 anos – Elaborado com as castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Barroca. Laranja indo para ambar, ralo, com  halo de evolução. Olfativamente complexo, Frutas frescas e sêcas, figo , ameixa, rapadura, e toque de madeira velha, Na boca ótima acidez, delicado, corpo médio, álcool integrado,  retrogosto com frutas secas ( figo, ameixa).  Um tremendo custo benefíco que acompanhou bem a sobremesa doce ( mousse de pistache) e tirou de letra o delicioso Habana. Nota 91/100  R$ 120





Que delicia de tarde!!

Portus Cale – Site: www.portuscale.com.br – Fone: (011) 3675 5199

Quinta da Romaneira – Site: www.quintadaromaneira.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário