14 de mar de 2013

World Wine traz Domaine Serene ao Brasil



Os Pinot Noir do Oregon são reconhecidos no mundo como uma boa alternativa da variedade para os ícones da Borgonha, e uma das marcas  mais cultuadas desta nova realidade americana é a Domaine Serene  fundada em 1989 pelo casal Ken e Grace Evenstad  que em 2003 recebeu  o título de “A vinícola do ano “pela Wine and Spirits Magazine. A vinícola iniciou seu projeto com 42 hectares de vinhedos  em Dundee Hills in Yamhill County, Willamette Valley, mas expandiu fortemente a propriedade nos últimos anos devido o sucesso de seus vinhos com aquisições de outros vinhedos em áreas privilegiadas no Oregon. Os vinhos da Domain Serene por seu estilo velho mundo ganharam muitos admiradores e prêmios que culminaram com o de melhor Pinot Noir do Oregon, e com o destaque de ter sido melhor que os Romanée Conti em degustação às cegas no ano de 2004 onde as duas marcas tiveram 3 vinhos cada das safras 1998 1999 e 2000 . Tive a oportunidade de provar três de seus vinhos, vamos a eles: 

 Etoile Chardonnay 2008 álcool  14,1,  com passagem de 10 meses por barricas francesas, R$ 298,00 – Palha verdeal brilhante. Olfativamente complexo, mineral, casca de limão, mexerica, ligeiro floral. Na boca , boa acidez, seco, quase tânico, bom corpo com final de boca frutado, abacaxi. Depois de tempo em taça o álcool aparece um pouco mais assim como o tostado.  Sugestão é de toma-lo bem fresco . Nota 88/100





Yamhill Cuvèe Pinot Noir 2009, álcool  14,3  com passagem de 15 meses por barricas francesas sendo 52% novas.  R$ 275,00 – Rubi, ainda violáceo, sem halo. Cereja azeda, couro, e floral. Na boca, ótima acidez, taninos finos ainda ásperos, ligeiro ponto de álcool ainda presente ,bom corpo, retrogosto frutado e toque de madeira . Um ótimo Pinot mas que definitivamente precisa de mais tempo de garrafa para arredondar. Nota 88/100





Evenstad Reserve Pinot Noir 2008, álcool  14,1% ,  com passagem de 16 meses por barricas francesas sendo 62% novas de R$ 398,00. – Rubi ainda com nuances violáceas , brilhante. Olfativamente fino, cerejas azedas, couro, terroso,  pimenta preta e leve defumado. Na boca muito elegante, com acidez alta, taninos finos, corpo médio e final de boca frutado com toque de couro.Um Pinot Noir de sangue azul que gostaria de tomar daqui dois/ trés anos  Nota 91/100.






World Wine: Fone (011) 3383 7477 Site – www.worldwine.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário