25 de nov de 2012

Fantásticos Dão Vinhos de guarda



Tive o prazer de participar de  degustação histórica de vinhos do Dão organizada pela Comissão Vitivinicola Regional de vinhos do Dão, junto ao amigo Christian Burgos da revista Adega,realizada  aqui em São Paulo. Foi a primeira organizada nestes moldes, com o intúito de mostrar o potencial de guarda dos vinhos desta região.Os 15 exemplares provados foram selecionados dentro de um painel com mais de 70 vinhos selecionados pela Comissão, e nos foram apresentados  pelo expert português  Luis Lopes editor da Revista do Vinho, e contou tambem com outros representantes da Comissão entre eles Rui Ribeiro. Como era de se esperar  foi um sucesso absoluto visto os 15 vinhos servidos estarem integros e vivos, incluindo safras desde 1963 a 2003 e comprovando ser o Dão junto a Bairrada uma das duas orígens com melhor potencial de envelhecimento dentre os vinhos portuguêses. Segue a lista de vinhos provados :

1.      Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão, Touriga Nacional, 1963

2.      Porta dos Cavaleiros, Reserva, 1966

3.      Porta dos Cavaleiros, Reserva, 1975

4.      Porta dos Cavaleiros, Reserva, 1983

5.      Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão, 1987

6.      Quinta das Maias, Reserva, 1992

7.      Quinta dos Carvalhais, Alfrocheiro, 1996

8.      Quinta dos Roques, Touriga Nacional, 1996

9.      Quinta dos Roques, Reserva, 1997

10.   Quinta dos Carvalhais, Touriga Nacional, 1998

11.   CVR Dão, Touriga Nacional 1998

12.   Quinta das Marias, 1999

13.   Quinta da Falorca, Garrafeira, 2000

14.   Quinta da Pellada, 2001

15.   Quinta da Falorca, 2003

 

Meus favoritos :

CEVD Touriga Nacional 1963 – Varietal 100% Touriga Nacional. – Rubi indo para granada, intenso, brilhante, sem halo. Olfativamente limpo, cereja azeda,  floral, polvora, tabaco, e especiarias.Na boca, acidez cortante, taninos finos, estruturado,persistência longa e retrogosto com frutas e tostado lembrando caixa de charuto. Vinho vivo, na janela certa para consumo! Fiquei imaginando como seria este vinho quando foi lançado, devia ser absolutamente intomável, mas tomado  comprovou seu potencial de guarda . Ótimo vinho Nota 93/100

 


Porta dos Cavaleiros Reserva 1983 – Corte de vinhas velhas. – Granada, média concentração, halo de evolução. Complexo,muito floral, violetas, lavanda,alecrim, frutas negras maduras,terroso, mineral, grafite. Ótima acidez, taninos firmes finos, elegante, corpo médio, retrogosto ainda com frutas e toque de alcaçuz. Um vinho que lembra Borgonha e Piemonte, deliciosamente elegante. Nota 92/100

 




Quinta dos Roques Touriga Nacional 1996. – Varietal 100% Touriga Nacional. – Rubi,alta concentração, sem halo. Olfativamente complexo, frutas negras frescas, floral intenso, couro, especiarias, polvora e ligeiro tostado. Na boca, elegante com fantástico balanço, acidez marcada, taninos finos, corpo médio e final de boca fresca com predominância frutada. Um vinho perfeito, leve, e suculento !. Nota 93/100

 




Quinta da Pellada 2001 – Corte com predominância de Toriga Nacional com 85% - Rubi, média concentração, sem halo. Complexo, frutas negras frescas, intenso floral, lança perfume, coro, e toque mineral. Na boca, vigoroso, alta acidez, taninos finos,bom corpo, persistência longa e retrogosto marcado pelas frutas e mineralidade. Vinho com 11 anos e não mostrando nenhum sinal de decadência, vai durar muito. Fresco, limpo , elegante delicioso. Nota 90/100

 




Uma coisa que sempre me chama a atenção nos eventos com produtores portuguêses, além da simplicidade de seus representantes são, sua boa educação, e a constante preocupação em agradar os presentes . Desta vez os organizadores se excederam pois sortearam 3 Magnum do Porta dos Cavaleiros, Reserva, 1966, 1975, e  1983. Tres jornalistas tiveram a felicidade de seram sorteados, entre ele eu mesmo. Visto o epirito de coleguismo entre os presentes ser algo realmente marcante os ganhadores resolveram unir seus prêmios para uma degustação que ocorrerá com todos os presentes na ocasião, afinal vinho bom é para ser dividido com que aprecia. Nossos agradecimentos à Comissão Vitivinicola Regional de vinhos do Dão pela gentilizade nos proporcionar um oportunidade como esta. Parabéns

 

Comissão Vitivinicola Regional de vinhos do Dão – Site www.cvrdao.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário