29 de dez de 2017

Alegrias e decepções de um almoço de final de ano


Final de ano é aquela época em que as atividades das importadoras e produtores diminui mas aumentam os encontros com amigos e  confrarias. Ontem nossa “Confraria das segundas feiras” decidiu fazer um almoço extra apenas para comemorar nossa amizade. Local escolhido Barbacoa da Renato Paes de Barros que por sinal estava muito bom com serviço de primeira e carnes muito macias e suculentas. Como de praxe a qualidade dos vinhos escolhidos  pelos confrades foi de altíssimo padrão dentro do  tema  “ Tintos dos USA”.
A decepção ficou por conta do meu vinho, um  Grgich Hills Estate Merlot 2006 comprado a alguns  anos atrás nos USA e guardado com carinho para uma degustação como esta  . Come on estava Bouchoneé !!

Meu favorito do dia o Dominus Estate Napa Valey 1996 trazido pelo Esper. Tinha este vinho como sonho de consumo, mas as duas vezes que fui comprar desisti por considerar o preço abusivo. Mas posso dizer que foi um dos 5 melhores vinhos que provei em 2017. Pela primeira vez senti aromas de manteiga de cacau acompanhando suas frutas negras já com perfeita a evolução. Boca viva, tripé perfeito, com destaque para a acidez e seu final de boca absolutamente delicioso

A seguir uma surpresa muito agradável, o Gargiulo Aprile Super Oakville Blend 2014 trazido pelo Thomas, um Sangiovese americano elaborado na California, que para nosso espanto tinha muita tipicidade com seu aroma floral lembrando violetas e rosas, frutas vermelhas maduras , e tostado.  Na boca para ficar igual a um toscano só faltou um pouco mais de rusticidade de taninos  mas agradou demais ao grupo .

O próximo foi o Le Cigare Volant 2006 trazido pelo Victor um interessante Rhône americano da Califórnia, corte de Mouvedre Grenache,Syrah e Cinault . Vinho com nariz austero frutas negras frescas cereja, louro toque defumado. Boca bem fresca, taninos finos final direto mas com suculência.

Para finaizar o Arnot Roberts Syrah 2013 dos badalados amigos Arnot e Roberts produtores marginais que não participam do mainstream vitivinícola  americano mas que estão ganhando espaço entre os consumidores Geek  dos EUA trazido pelo Sidney, vinho com personalidade própria mas em minha opinião precisando de garrafa para aparar suas arestas.
Bem agora só falta esperar 2018 para recomeçar – mos nossas atividades.


Feliz  2018 a todos

Nenhum comentário:

Postar um comentário