9 de nov de 2017

FINA uma jovem siciliana

Carla da Mercovino e Frederica Fina


A Fina é uma jovem vinícola familiar siciliana localizada na conhecida cidade de Marsala,  e que iniciou suas atividades em 2005. De propriedade de Bruno Fina a vinícola produz vinhos certificados como IGT Biológico. A vinícola possui  380 hectares de vinhedos próprios e as principais uvas por eles plantadas  são: Uvas brancas - Autoctonas: Grillo, Zibibbo ou Moscato di Alessandria. Internacionais: Chardonnay, Sauvignon Blanc, Traminer, Viognier.
Uvas tintas - Autoctonas: Nero d’Avola, Perricone. Internacionais: Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot, e Syrah.
Produzem por volta de 300 mil garrafas ano distribuídas em 14 rótulos
Frederica Fina filha de Bruno e responsável pela área de marketing da empresa esteve no Brasil nesta semana apresentando seus vinho através de sua importadora no Brasil, a Mercovino. Na ocasião provamos os seguintes rótulos:



Kebrilla 2015 – Varietal 100% Grillo, 13,5% de álcool, com passagem de 20% do volume por barricas e 80% em tanques de aço inox. – R$ 90

Makisé Espumante – Varietal 100% Grillo com 12% de álcool – R$ 91

Kiké 2015 – Corte de Traminer com Sauvignon Blanc , 13,5% de álcool sem passagem por madeira – R$ 107

Fina Perricone 2015 – Varietal 100% Perricone , 13,5 de álcool, sem passagem por madeira, - R$ 97

Fina Nero D’Avola 2014 – Varietal 100% Nero D Avola com 14% de álcool, sem passagem por madeira – R$ 99

Bausa 2012 – Varietal 100% Nero D’Avola com 14% de álcool e passagem de 18 meses por barricas – R$ 150


Caro Maestro 2012 – Corte de Cabernet Sauvignon, Merlot e Petit Verdot, com 14% de álcool e passagem de 24 meses por barricas –R$ 197

El Aziz – (Vinho de sobremesa) – Varietal 100% Grillo  com 14% de álcool e sem passagem por madeira – R$ 153.


Vinhos muito agradáveis que atenderão desde os apreciadores de vinhos mais estruturados como o Bausa e o Caro Maestro, como os vinhos mais delicados e fáceis de beber como o Perricone, e o Kiké. Particularmente me agradaram  demais o Kiké, um vinho mineral, fresco, seco, e elegante cujo nome homenageia nossa apresentadora do dia Frederica. Outro vinho que me enccantou foi o Perricone um vinho moderno fresco direto , com um toque de grafite que em muito me lembrou dos bons Cabernet Franc do Loire, além de ter uma ótima reação custo benefício. Para finalizar gostei bastante o Caro Maestro o qual já havia provado no ano passado, mas que desta vez me agradou ainda mais por estar menos pesado, e estar com um balanço de acidez, taninos e álcool bem harmonioso. Sem esquecer o El Aziz delicioso viho de sobremesa com aromas de flor de laranjeira e damasco, sem o dulçor exagerado que costuma marcar este tipo de vinho.
Os vinhos da Fina são trazidos ao Brasil pela Mercovino


Mercovino – Site: www.mercovino.com.br  - Fone ( 011) 3841 9448

Nenhum comentário:

Postar um comentário