27 de out de 2016

Tannat Tour 2016 Viva o Uruguay





E lá se foi mais um Tannat Tour, como sempre organizado pelo Wines of Uruguay. Este evento já está se tornando uma tradição sendo o principal programa de divulgação dos vinhos deste país aqui no Brasil. Como sempre o modelo adotado foi de realizar uma Master Class seguida do Grand Tasting que nada mais é do que uma área de exposição dos produtores onde cada um tem uma mesa específica para que o público possa degustar os vinhos oferecidos. Neste ano por ter outro compromisso em seguida só consegui participar do Master Class mas já foi suficiente para comprovar que o estilo continua o mesmo que mais se assemelha aos vinhos chamados de velho mundo.
O Uruguai tem hoje 7 mil hectares de terras plantadas com vinhedos, 100 vinícolas e o consumo per capita atinge significativos 24 litros . Considerando as variedades plantadas temos: Tintas- Tannat 49%, Merlot 19%, Cabernet Sauvignon 10%, Cabernet Franc 7% e Outras 15%. Entre as brancas – Sauvignon Blanc 37%, Chardonnay 20%, Viognier 8%, Alvarinho 5%, e Outras 35% . Uma observação interessante, o Brasil é hoje o maior importador de vinhos uruguaios sendo seguido de perto pelos Estados Unidos.


 Durante o Master Class tive a oportunidade de degustar 11 exemplares dos quais destaco meus 6 favoritos:


Alvarinho Garzon 2015  - Varietal 100% Alvarinho com 12,5 de álcool, sem passagem por madeira. - Dourado com toque verdeal, bem brilhante.  Mineral, cítrico, floral, toque leve de pêssego. Ótima acidez, leve tanicidade,  fresco, boa estrutura final de boca bem mineral deve durar muito. Para mim um dos melhores vinhos brancos produzidos no Uruguay - Nota 89/100 Importado pela  World Wine









Prima Donna Antigua Bodega Stagnari 2015- Varietal 100% Cabernet Franc  com passagem em barricas por 8 meses, e 14%  de alcool -
Violáceo indo para rubi, boa concentração sem halo. Frutas negras frescas, tostado, toque herbáceo, grafite,  e pontinha de cacau. Na boca, boa acidez, taninos presentes, corpo amplo, suculento, retrogosto com alcacuz – Nota 89/100  Importado pela Mercovino.









Tannat Reserve Juan Toscanini e Hijos 2014 – Varietal 100% Tannat com 13 meses de passagem por barricas francesas e americanas e 13,9% de álcool – Rubi,  alta concentração, sem halo. Frutas vermelhas e negras em geleia com toque doce, chocolate, e floral. Ótima acidez, taninos firmes mas finos, vibrante, corpo médio para amplo, final de boca frutada com toque de bala toffe. – Nota  88/100 - Sem importador atualmente









Cerro Negro Gran Reserva 2013 - Corte de 75% Tannat, 15% de Merlot, e 10% de Marselan.  Rub alta concentração, sem halo. Balsâmico, menta, terroso, floral , e  tostado. Na boca , austero, duro, boa acidez, taninos presentes, corpo médio, final seco e frutado . Vinho bem tradicional lembrando velho mundo – Nota 89/100 - Importado por  Commar Comercio Internacional.

Elisa’ s Dream Vinha Progresso Tannat 2011 – Varietal 100% Tannat com passagem de 6 meses por barricas, e 13,5% de álcool. - Violáceo , extra tinto,  sem halo.  Geleia de frutas negras, cogumelos, herbáceo, floral, e delicado tostado. Boca equilibrada, tripé perfeito,  delicioso taninos finos, corpo amplo mas bem amalgamado, mais sedoso e elegante . Nota 90 /100 – Importado pela Vinci .








Gran Tannat Premium Montes Toscanini 2013 – Varietal 100% Tannat  com passagem de 18  meses por barricas americanas, e 14% de álcool – Violáceo, média concentração sem halo. Floral, lácteo, herbáceo, frutas negras e baunilha. Boa acidez, taninos presentes, corpo médio,  final de boca com frutas negras e toffe  e tostado. Nota 89/100.- Importado pela Casa Flora Casa Flora








Wines of Uruguaywww.winesofuruguay.com  

Nenhum comentário:

Postar um comentário