10 de dez de 2015

Wine Lovers traz vinhos do Château de Brigue para o Brasil

Olivier Brun e Alex Atala 

Uma vinícola com 45 anos de vida na França talvés deva ser considerada como jóvem, mas quando produz bons vinhos para mim já fica no mesmo patamar de muitas outras que tenham vida mais longa, este é o caso do Château Brigue  fundada por Roger Brun, e que hoje já está em sua 3ª geração. Localizada na Provence a terra dos vinhos rosés possui 120 hectares dos quais 82 ocupados por videiras e outros por 2 mil pés de oliveiras.  Os quatro irmãos dividem as tarefas da seguinte forma  : Jean-Michel responsável pela área agrícola, Frédéric  supervisiona o processo de produção, enologia, e controle de qualidade, Christian a área financeira e Olivier  as vendas e marketing. Seus vinhos seguem a filosofia de vinificação natural e podem agora ser encontrados na Wine Lovers que vem pouco a pouco expandindo seu portfólio de bons vinhos.
Na semana passada tive o prazer de almoçar com Oliver que estava em visita ao Brasil e foi acompanhado das sempre simpáricas Catia Betta proprietária e Patricia Nudelman responsável pela área de vendas da Wine Lovers .

 Na ocasião provamos os seguintes vinhos:

Elixir de Brigue Rosé 2013– Corte com 50% Grenache, 25% Cinsault, 20% Syrah, e 5% Rolle - R$ 95 – Casca de cebola, brilhante. Aromas de tutti frutti ligeiro mineral e ponta de dulçor. Na boca untuoso, baixa acidez, redondo, corpo médio, final de boca confirmando o nariz. Um vinho “de sobremesa” que por não ser tão doçe pode acompanhar  almoços ou jantares especialmente aqueles um pouco mais apimentados , agradou.







Signature Rosé 2013 - Corte com  40% Grenache, 35% Cinsault, 25% Syrah - R$ 95 . Casca de cebola brilhante. Olfativamente marcado por  pêssego, pêra, e morangos. Na boca, ótima acidez, leve tanicidade, cprpo médio com final de boca fresco e frutado. Um vinho bastante  gastronomico adequado ao nosso clima quente.








Signature Rouge 2013 – Corte com Cinsault, Mourvèdre, Carignan – Sem preço por ainda não estar disponível no Brasil - Violáceo, média concentração sem halo. Frutas azedas cerejas, terroso, flores escuras, e toque herbáceo. Ótimo balanço de boca, taninos delicados ainda presentes, retrogosto com  cereja,  e alcacuz. Um vinho limpo suculento que me agradou demais  .







Heritage 2013 - Um corte de Egiodola ( Cruzamento de Fer Servadou and Negra Mole) , Arinarnoa ( Cruzamento de Tannat co Cabernet Sauvignon), e Merlot. Sem preço por ainda não estar disponível no Brasil -  Rubi, extra tinto, sem halo. Olfativamente direto, limpo, marcado pelos aromas  florais como violetas, rosas, frutas negras frescas, e grafite.  Na boca delicado, taninos finos intensos ainda presentes, corpo médio e final de boca fresco com frutas e tinta nankin . Um vinho inesquecivel de grande personalidade meu favorito de longe





Ainda não conhecia este produtor e foi uma  surpresa agradável, seus vinhos são de muita qualidade , mas tenho que admitir que os tintos me deixaram de queixo caido, especialmente o Heritage, que acompanhou maravilhosamente bem os pratos do chef Alex Atala, mas que se mostrou ainda mais sozínho. Minha recomendação para a Catia foi a de trazer os tintos rapidamente pois vejo um potencial muito grande para eles no nicho de mercado de vinhos naturais que tanto está crescendo .

Parabéns a Wine Lovers e a Chateau Brigue pela parceria

Wine Lovers: Site - www.winelovers.com.br - Fone (011) 5531-0081

Nenhum comentário:

Postar um comentário