5 de mai de 2015

Reflexões sobre a Expovinis e os vinhos da Decanter




Muita gente me perguntou durante e depois da feira o que eu estava achando / achei da Expovinis em sua 19ª edição. Para mim a feira agradou pelo fato de ter sido um pouco menor em termos de expositores e  por ter menos gente. Acredito no ditado “menos é mais” , e entendo que neste ano a Expovinis mostrou  menos volume, e mais qualidade, tanto em  expositores como do público em geral. Entretanto ainda penso que a feira precisa definir ainda mais qual deva ser  seu principal foco, em outras palavras se deve ser voltada para divulgação de vinhos para possiveis importadores, ou para o consumidor  final.  Sou de opinião  que dá tranquilamente para atender aos dois públicos mas para tanto são necessarios mais alguns ajustes finos  como separação de ações para os dois públicos, pois é impossivel dar a atenção necessaria a compradores e ao publico final, e até mesmo a jornalistas e formadores de opinião todos ao mesmo tempo. Este ano já tivemos o primeiro dia todo dedicado a profissionais do setor mas ainda assim acho que o tratamento a importadores nos stands que introduzem os novos pordutores deveria ser feito em salas apropriadas, separadas  assim como para os jornalistas de plantão pois este público “profissionais do setor“ é cada vez maior o que acaba dificultando o trabalhos dos verdadeiros profissionais .


Um dos pontos positivos desta edição foi a volta de agumas importadoras como foi o caso da  Decanter , que o fez de maneira correta oferecendo seus melhores vinhos aos visitantes, e até mesmo aproveitando sua sala de reunião para atender a jornalistas, uma ótima idéia pois já esta dentro deste conceito de aproveitar o evento maximizando o foco que deve ser dado a cada segmento. Tive o prazer de participar desta experiência e fica ai o registro dos vinhos provados

Giulio Ferrari 2002- Dourado verdeal brilhante, boa mousse, perlage intenso, bolhas minusculas. Mineral, borracha, tostado,  sottobosco e levedura. Na boca, ótima acidez, equilibradissimo, ótima mousse,  elegante final de boca frutado com evolução. Este espumante disputa palmo a palmo com as melhores champagnes !!! delicioso R$  640 – Nota  93/100







Vignogradi Fon 2012  - Palha indo para dourado brilhante. Frutas amarelas, agridoce, jaca, e floral. Na boca, ótima acidez, tânico, corpo médio,  final de boca frutado, manga, e  ligeiro oxidativo. Muito interessante com personalidade própria. R$ 276 -  Nota 91/100

Kunstler  Hochheimer Holle 2010- Palha verdeal, brilhante. Frutas amarelas, abacaxi, ervas aromaticas, e  foral. Acidez cortante, corpo médio, gastronomico, final de boca muito fresco e mineral . Meu comentário ? Adoro este vinho. RS 157 - Nota  92/100

Gravner Anfora 2006 - Laranja brilhante. Frutas secas, leve oxidativo, damasco, citrico doçe, e  mineral. Na boca, ótima acídez, tânico, encorpado, alcoolico, final de boca infinito com frutas evoluidas e oxidativo. Certamente um dos vinhos do momento. Único.  R$ 485 – Nota 93/100








Simsic Opoca 2010 - Dourado brilhante com toque verdeal. Mineral, abacaxi fresco, muito limpo. Ótima acidez leve tanicidade, elegante final de boca lembra um borgonha, delicioso R$ 397 - Nota 92/100

Sassella Ar Pe Pe Rocce Rosse 2001  -  Granada, ralo, halo de evolução. Olfativamente, frutas negras, sottobosco, tostado de madeira velha, floral. Na boca ótima acidez, taninos ainda  presentes , encorpado, retrogosto com frutas azedas e sottobosco com delicado toque floral . Outro vinho badaladissimo no últimos tempos. Sensacional. - R$ 436 – Nota 93/100








Vina Alícia Pinot Noir 2013 – Rubi extra tinto sem halo. Framboesa, herbáceo,  leve tosta. Boa  acidez, taninos finos, copo intenso mas mantendo a elegância, retrogosto frutado e mineral R$ 290 – Nota 88/ 100

Vigno Vignadores de Carignan Old Vines 2011 – Rubi, alta concentração, sem halo. Olfativamente austero, frutas negras maduras, ervas aromáticas, tostado. Na boca, alta acidez, redondo, fresco, delicado, elegante final de boca com  fruta azeda. Uma variedade que encanta cada vez mais, ótimo custo beneficio. RS 147  - Nota 91/100









Cenit 2008 - Rubi extra tinto sem halo. Frutas negras cafe, tabaco, mineral, herbáceo. Na boca, boa acidez, taninos ainda rascantes , alcoolico, mais estruturado, final de boca com frutas negras adocicadas. RS 364 – Nota  88


Neromaccarj Gulfi 2007 – Rubi, média concentração, leve halo. Frutas negras maduras, amoras ligeira evoluçã0 , menta, pimenta, mineral e toque tostado. Na boca, acidez marcada, taninos finos, ponta de álcool ,ainda assim muito bem  balanceado,  final de boca fresco e frutado. Para mim a grande surpresa do painel, pois não sou muito fã da Nero D’Avola, mas este !!!! -  Rs 281 – Nota 92 100 bio








Jean Luc Colombo Cornas Les Ruchets 2007-  Rubi, alta concentração, leve halo.  Complexo, cassis, cereja no licor, especiarias doces, tostado, couro, grafite e alcaçuz. Na boca muito fresco, taninos doçes, final de boca impactante e gastronomico . Vinho de guarda já pronto para beber , simplesmente  perfeito. R$ 711 Nota 93/100  

Vinhas Velhas Santa Maria 2007 , Rubi extra tinto, sem halo, media concentração. Olfativamente amplo,frutas negras maduras, resinoso, químico e com ligeiro tostado. Na boca boa acidez, taninos presentes ainda ligeiramente verdes, encorpado, final de boca harmônico pedindo comida. R$ 267 -  Nota  89/100

Domingos Alves de Souza Reserva Pessoal 2005 -  Rubi violáceo, extra tinto, halo de evolução. Cerejas maduras, herbáceo,especiarias doçes, lácteo, pimenta, e floral. Na boca, boa acidez,  taninos presentes, corpo intenso, final de boca altamente gastronômico  e certamente pedindo ainda mais guarda - R$ 378 – Nota 90/100








Sergio Zingarelli – Grande Selezioni – Granada  granada ralonhalo de evolucao. Violeta , terroso frutas vermelhas, elegante bia acidez taninos finos corpo medio retromfrutado com otima acudez gastronomico rustico elegante. R$ 605 – Nota 91/100

Domingos Soares Franco Moscatel Roxo 20 anos - Ambar verdeal, tâmara ,figo seco, cana de acucar . Ótima acidez, alcool ok, elegante,  final de boca com figo seco tâmara e rapadura. Um vinho encantador que enche de orgulho a vinicultura portuguêsa . R$ 633 - Nota 94/100









Decanter- Site: www.decanter.com.br – Fone : (011) 3702-2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário