8 de abr de 2015

Paul Mas uma marca de sucesso

Guillaume Borrot

Paul Mas é uma vinicola bastante tradicional mas que cresceu alucinadamente depois que Jean Claude 4ª geração destes viticultores entrou em cena . Na ocasião, no início dos anos 2000,  a vinícola já contava com 86 hectares, mas  hoje atingiram a 480 hectares, além de  contratos com 80 produtores que chegam a 1312 hectares. Mas isto não parea por aí,  quando Jean Claude assimiu a empresa tinha apenas uma vinícola, e  agora são 8 tornando a empresa  uma das mais importantes da região de Languedoc  com 2milhões de garrafas produzidas por ano, das quais 95% se destinam-se à exportação atingindo 58 países. Será que isto signifia algo? Certamente ! Seus vinhos são de alta qualidade e vendidos a preços muito honestos. Seu segredo talvés esteja contido na filosofia de trabalho  por eles adotada ” Vinhos do velho mundo com atitude de de novo mundo.” A Paul Mas tem grande parte de seus vinhedos plantados como orgânicos, e já trabalhando para ter em breve sua inteira propriedade dentro deste conceito. Estive ontem no almoço de apresentação de alguns vinhos desta vinícola coordenada por  Guillaume Borrot, já por 12 anos enólogo de Paul Mas. O convite enviado pela  da Decanter importadora exclusiva dos seus vinhos no Brasil que esteve representada pelos amigos Edson Hermann e Cezar França. 


Vinhos provados:
Paul Mas Viognier 2013               
Mas de Mas Picpoul de Pinet 2013         
Arrogant Frog Syrah-Viognier 2013        
Paul Mas Carignan Vieilles Vignes 2013
Mas de Mas Minervois 2013     
Arrogant Frog Reserve G.S.M.IGP 2013               
Ch Paul Mas Clos Des Mûres 2013          
Mas de Mas Terrasses Larzac 2010  


Vamos aos meus vinhos favoritos:      
 
Mas de Mas Picpoul de Pinet 2013 - Varietal 100%  Picpoul sem passagem por madeira - R99,80 -  Palha verdeal, brilhante. Herbáceo, pessego doçe,  borracha,e  toque mineral. Na boca, ótimo balanço, macio, elegante, retrogosto  frutado com ligeiro dulcor final. Um branco surpreendente fácil de beber, onde a boca supera o nariz, vale a pena provar Nota 88/100








Paul Mas Carignan Vieilles Vignes 2013 - Varietal 100 % Carignan 6 com  mese de barrica americana nova para 20%  do vinho - Rs 79. Rubi ralo sem halo. Frutas negras maduras, herbáceo, pimenta preta, fosforo, e ligeiro toque de baunilha. Na boca, boa acidez, muito macio, suave, corpo médio , e retrogosto com frutas negras, alcaçuz e  ligeiro tostado.  Um vinho sensacional  delicado gastronomico e um verdadeiro achado se considerarmos o custo benefício Nota 88/100







Mas de Mas Minervois 2013 - Corte com 40% de Syrah, 30% de Grenache, 30 de Carignan com 10 meses em barricas americanas para 40% do vinho – R$ 99,80 - Rubi média para ampla concentração sem halo. No nariz, cereja no licor, baunilha, gas,  chocolate  e toque terroso. Na boca boa acidez, taninos empoeirados, corpo médio, retrogosto frutado com toque tostado. Um vinho com personalidade própria  Nota 89/100







Paul Mas Clos des Mures 2013 – Corte com 85% Syrah,  10% de Grenache, e 5% de Mouvedre, com 10 meses de barricas  francesas e americanas  sendo 30% novas -  Rs 131  - Rubi extra tinto, sem halo. Olfativamente trazendo bunilha, frutas vermelhas maduras , feno fresco, e violetas. Boa acidez , taninos finos, corpo médio para amplo , retrogosto frutado com toque de baunilha . Um vinho já com estrutura para aguentar guarda mas muito bem elaborado o que lhe permite ser consumido hoje . Nota 89/100







Em tempos de câmbio alto , aí está uma boa alternativa para quem quer beber bons vinhos a custo baixo.


Decanter – Site: www.decanter.com.br – Fone : (011) 3702 2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário