26 de fev de 2015

Planeta invade o Etna


Planeta é uma daquelas marcas que souberam aproveitar muito bem as tendências de mercado, seu fundador Diego Planeta lançou em 1994 su primeiro Chardonnay que tornou sua vinícola muito conhecida no mundo inteiro e trazendo com isto um importante crescimentoque partiu  de 50 para os atuais 390 hectares plantados em diversos pontos da Sicilia. Com seus estilo novo mundistas seus vinhos agradaram em cheio esta camada de clientes apreciadores de vinhos mais encorpados frutados e amadeirados, do outro lado os críticos deste estilo colocaram a emprêsa como industrial sem capacidade de elabrarem vinhos frescos e delicados.Mas nada melhor do que o tempo para corrigir as injustiças  Ontem tive o prazer de almoçar com Coleen Noel Clayton que hoje representa os vinhos Planeta no mercado sul americano, e durante o almoço fomos apresentados aos novos vinhos Planeta na região do Vulcão Etna que agora enriquecem o porfólio de 16 rotulos da vinícola junto com as regiões de Sambuca, Menfi, Vittoria, e Noto.
Os vinhos do Etna sao elaborados com uvas próprias da emprêsa de vinhedos localizados no versante norte do vulcão provenientes de uma área de 20 hectares plantados com a maior parte das varietais autoctonas sicilianas mais tradicionais. Vou comentar os dois exemplares desta região provados que me agradaram bastante :

Planeta Etna Bianco DOC 2013  - Varietal 100% Carricante com passagem de apenas 10% do vinho por 4 meses em barricas francesas , sendo o restante apenas em tanques de aço inox, e 14% de alcool . - Palha verdeal brilhante. Olfativamente muito  limpo, mineral , cítrico e delicado. Na boca, ótima acidez, mineral, bem fresco, corpo médio para amplo final de boca muito, fresco , agradavel, e pontinha salgada. Um branco fresco mas com potencial de guarda, adoraria toma-lo daqui un ano.  – Preço – R$ 126 Vinho com ótimos atributos.






Planeta Etna Rosso DOC 2013 – Varietal 100% Nerello Mascalese, com leve passagem por barricas francesas de 2 e 3º  uso, e 13% de alcool. Rubi bem ralo, sem halo. Olfativamente lembrando muito um Pinot Noir com aromas de pelo, animal,  frutasfrutas vermelhas maduras , tostadone, e ligeiro floral. Na boca, ótima acidez,  taninos bem  ainda ligeiramente verdes , corpo curto para médio,e  final de boca frutado bem agradavel. Uma delicia de vinho para tomar de garrafa, para ser perfeito precisaria um pouco mais de meio de boca.– Preço 126  - Vale a pena provar.






Durante o almoço degustamos também:

Planeta Azeite Extra Virgem DOP - Elaborado com as varietais Nocellara del Belice, Cerasuola, e Biancolilla - R$ 61

Planeta Rose 2013 – Elaborado com 50%  de Syrah e 50%  Nero D’Avola com 12%  de alcool ao custo de R$ 76

Planeta Dorilli Cerasuolo di Vittoria Classico DOCG2010 – Elaborado com com 70% de Nero D’Avola, e 30% de Frapatto com passagem de 12 meses em tonneau, e  13%  álcool. – R$ 163
Plumbago DOC Sicília 2012 – Elaborado com 100% da varietal Nero D’Avola com passagem de 8 meses em barricas frances, e 13,5% de álcool. – Preço R$ 99

Planeta Passito di Noto DOC 2012 .Elaborado com 100% de Moscato Bianco passadas pelo processo de apassimento, com 11% de álcool – Preço R$ 213

Com destaque para o imperdível Passito, para o ótimo custo benefício do Plumbago, e o ótimo azeite.

Todos os vinhos são importados pela INTERFOOD/ TODOVINO  que organizou o delicioso almoço na descontraida Casa Europa, contando com a presença de Jõao Cury , Katia Nunes , e Glaucia Migues.


Interfood – Site - www.interfood.com.br , Fone- (011) 2602 7255

2 comentários:

  1. Obrigada Walter pelo Blog ! Foi um prazer ver voce no SP!
    Voce esta sempre bemvinda na Planeta. Abraco! Colleen

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço Collen . Forte abraço

    ResponderExcluir