23 de ago de 2014

Uruguaios botam pra quebrar


A Wines of Uruguay  caprichou no  esperado  “Tannat Tasting Tour 2014”, desta vez as  quatro cidades escolhidas para receberem o evento foram Rio de Janeiro,  Curitiba, São Paulo, e Campinas. Participei da apresentação de São Paulo realizado no Hotel Renaissance e que contou com a tradicional feira onde cada produtor tinha uma mesa para apresentar seus produtos, mas a organização organizou tambem uma Masterclass para jornalistas e formadores de opinião chamado de “The Unique Wines of Uruguay” que tinha por objetivo fazer conhecer as novas regiões vinícolas  deste simpatico país. Cada vinho foi apresentado pelo enólogo que o produziu dando detalhes do terrois e do processo de elaboração

Garzón Alvarinho 2014 - Vinhedo plantado em 2009 na região de Maldonado com  12,5 de álcool, sem passagem por madeira , consultoria do italiano Alberto  Antonini. Palha verdeal, brilhante. Pêras,  mineral, maça verde, toque làcteo e citrico. Ótima acidez, agulha, tânico, corpo médio , retrogosto bem cítrico, suculento salgadinho  Nota 88 /100 R$  55 World Wine 







Marichal  Reserve Collection Pinot Noir Blanc de Noir e Chardonnay 2012. Um corte com sangrado de pinot noir , e chardonnay  com fermentação parcial e m barricas com 13% de álcool e 4 meses de passagem por barricas. Rose, casca de cebola, brilhante. Frutas vermelhas, abacaxi, pessego, e  ligeiro tostado. Ótima acidez, boa estrutura, leve tanicidade, bom corpo, retrogosto frutado  ligeiro amargor . Nota 87/100 -  R$ 85






Narbona Blend 2013 – Corte com varietais não declarados com passagem de 12 meses em barricas e 14,5% de álcool. – Violáceo, extra tinto, sem halo. Pimenta, frutas vermelhas maduras, ameixa, tostado agradavel. Boa acidez, alcoolico,  encorpado, final de boca frutado e amadeirado . Vinho bem noi estilo novo mundo Nota 86/100 – R$ 90 Divino







Km 0  Rio de la Plata Cuvé Gran Reserva 2009 – Bodega Iruzia , região de Carmelo - Corte com 50% Tannat, 25%  Cabernet Franc e 25% Marsellan onde apenas o Tannat passa por  14 meses de carvalho - Granada, media concentraçao leve halo.mfrutas vermelhas balsamico, especiaria, e tostado, Boamacidez taninos resolvidos suculento ainda jovem final de boca commfruta e grafite,mmaisnaustero velho mundo . Nota 88/100 – R$ 80






Filgueira Proprium Tannat 2001 Varietal 100% Tannat com 9 meses de barrica americana e francesa.  - Rubi média concentraçãoo, sem halo. Olfativamente com baunilha, chocolate, frutas negras, amadeirado. Na boca,  alta acidez, taninos intensos ainda verdes, corpo curto final de boca com alcacuz.  Nota 86/100 R$ 45 - Verdemar







Toscanini Tannat Reserva 2011  - Fundada em 1908 em Canelones  com passagem de 12 a 13 meses em barricas americanas e francesas.  - Violáceo, alta concentração, sem halo. Floral vinoso, cereja azeda, chocolate, e tostado. Na boca ótima acidez, austero, taninos finos ainda verdes , corpo médio , retrogosto frutado , com toque de cafe. Vinho bem gastronomico . Nota 88/100 - R$ 35 - Zafari






Gimenez Mendes Tannat Premium 2011- Empresa familiar ,transgressora , elabora tannats de alta gama mas também Pinot Noir  e Malbec . – Varietal 100% Tannat com passagem por barricas novas francesas por 12 meses , e  13,5 % de álcool. – Violáceo, extra tinto, sem halo. Vinoso ,tostado pimenta do reino, café, e chocolate. Ótima acidez,r ealmente suculento ,taninos finos ainda verdes , encorpado, retrogosto frutado com cereja com cafe . Nota 89/100 - RS 120 - Vinoteca





H Stagnari Tannat Viejo 2011 – Varietal 100% Tannat com passagem de 12 meses de carvalho frances mais 6 meses de garrafa.e 14,5% de álcool . - Rubi violáceo, média concentração, leve halo. Fruta confitada, herbáceo, tostado, Boa acidez , taninos verdes, corpo médio , retrogosto frutado e terroso com madeira velha . Outro vinho bem gastronômico com estilo antigo. Nota 88/100. – R$ 90 – Cantu






Bodega Ariano Don Adelio 2010 – Varietal 100% Tannat da região de Canelones ,já no mercado brasileiro a 15 anos com passagem em barricas americanas e francesas por 12 meses , e 13,5 % de álcool - Violáceo, média concentração. Frutas vermelhas e negras maduras, floral, especiaria, e  tostado. Vinho delicado, acidez correta, taninos delicados, corpo médio, retrogosto frutado com tostado e terroso. Um vinho extremamente agradável , eelegante. Nota 89/100 – R$ 60 - Santar





Deicas Preludio Barrels Select 2009 – Corte de 40% Tannat,24%  Cabernet Sauvignon, 20% Cabernet Franc, 12% Merlot  , 2% Marselan, e 2% Petit Verdot com  24 meses de barrica, e 13% de álcool  – Rubi alta concentração, leve halo. Austero, ameixa, tostado, azeitona, chocolate, e tabaco Na boca, delicado, elegante, taninos finos, ótima acidez, corpo médio, e  final de boca agradavel , com sottobosco, frutas negras e pimenta . Um senhor vinho mas ainda jóvem vai melhorar ainda mais com tempo de garrafa . Nota  91/100 - R$  233 - Interfood





Montes Toscanini Gran Tannat Premium 2009 - Varietal  100% Tannat da região de Canelones, passagem de 18 meses em barrica americana sendo 50% barrica nova , e 14% de álcool. – Violáceo,  alta concentração sem halo, nariz limpo, frutas vermelhas maduras, austero, violetas, tostado, chocolate escur. Na boca ótima acidez,taninos finos ainda verdes ,bom corpo, suculento, retrogosto frutado com alcacuz e frutas negras . Vinho muito bom com alto potencial de guarda . Nota  91/100 – R$ 120 - Casa Flora .






Carrau Amat Tannat 2009 – Varietal 100% Tannat com passagem em barricas americanas e francesas por 20 meses , e  13,5% de álcool  - Violáceo, alta concentração sem halo. Especiarias, pimenta,frutas negras, azeitona,e  tostado delicado. Na boca, ótima acidez taninos finos  ainda verdes, corpo médio, retrogosto frutado, e tostado . Mais um grande vinho ainda muito muito jovem , já com estilo  mais modernoso . Nota 90/100 – R$ 169 - Zahil






Antiga Bodega Stagnari Osiris Tannat 2006  - Varietal 100% Tannat da região de Canelones, com 14 meses em carvalho americano e 2 anos de garrafa, e 13,5% de álcool. – Rubi, média concentração, leve halo. Olfativamente complexo , com aromas balsâmicos, tostado, terroso e ervas atromáticas. Na boca, ótima acidez, taninos doces, corpo médio, final de boca muito agradavel . Vinho estilo velho mundo que me agradou demais . Nota 91/100 – R$ 160 – Vinho Sul







Wines of Uruguay - http://www.winesofuruguay.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário