28 de ago de 2014

Ramirana , os vinhos delicados da Ventisquero

Da esquerda para direita: Valéria, Nicolas, Tommasi, e Alessandra 

Em meus comentários sobre boas orígens de vinho  sempre destaco o Chile, seus produtores além de extremamente criativos e arrojados tem também se esmerado em encontrar novos terroirs aproveitando a  vantagem das extremas variações de sua geografia.  Não quero dizer que todas suas ações e planos tenho sido um sucesso mas certamente se houvesse um placar, as ações vitoriosas ganhariam de goleada daquelas que não deram certo. Sem querer entrar em muitos detalhes de cada uma de suas ações e já indo diretamente para o que vou destacar nesta nota, quero falar um pouco nos novos vinhos elaborados nas áreas denominadas como “Costa”e nada mais propício para tal do que aproveitar a ótima experiência que tive ontem ao provar a linha Ramirana da Viña Ventisquero. A convite do embaixador da marca no Brasil o jovem Nicolas Farias, tive a oportunidade de provar 5 vinhos Ramirana desta ativa e competente vinícola.
Apenas com o intúito de situar nossos leitores, os vinhos da linha Ramirana tem como foco  serem uma ótima alternativa custo benefício e de nos oferecer exemplares marcados pelo frescor e de alta riqueza aromática e certamente a localização dos vinhedos sempre perto da costa propiciam estas caracteristicas. Respeito muito o trabalho de seu enólogo  Alejandro Galaz e me arrisco a dizer  que sua especialidade são os vinhos mais delicados como os  brancos  e de tintos menos estruturados como é o caso da Pinot Noir, mas provando alguns outros exemplares  tintos pode sentir facilmente a mão e o estilo deste enólogo.
A linha Ramirana é bastante ampla oferecendo  3 alternativas:

Vinhos Reserva:  Cabernet Sauvignon, Syrah, Cabernet Sauvignon/Carmenére, e Chardonnay/Sauvignon blanc
Vinhos Gran Reserva : Sauvignon Blanc/Gewurstraminer ,  Syrah/ Carmenére,  Cabernet Sauvignon,  Carmenére, e  Syrah .
Vinho Trinidad: Icone da linha, elaborado com Cabernet Sauvignon, Carmenére, e Petit Verdot

Segue abaixo minhas impresões sobre os vinhos que provamos ontem:

Ramirana Gran Reserva 2013 -  Corte com 70% Sauvignon Blanc e 30% Gewurstraminer, sem passagem por madeira, com 5 meses de sur lie (*) em tanques de aço,  e com 13%  de álcool. Elaborado com uva da região de Lolol na denominada Colchagua  Costa.  -Palha verdeal brilhante. Olfativamente  limpo com mineral, ervas aromaticas, maracuja, lixia, e ligeira borracha. Na boca, acidez cortante, ligeira  tanicidade, corpo médio para amplo, retro citrico e bem mineral. Um vinho surpreendentemente  fresco mas com muita estrutura que deve lhe proporcionar boa guarda Nota 90/100 - R$ 75
(*) Sur Lie em português significa “Sobre as Borras”. O contato do vinhos com as celulas mortas das leveduras que  traz ao vinho maior complexidade aromática assim como uma certa tanicidade.

Ramirana Reserva l 2011 – Corte com 55% Chadonnay  e 45% Sauvignon Blanc, 90% da Chardonnay tem passagem de 10 meses em barricas francesas de 3º uso  e 10% fica por sur lie, o Sauvignon Blanc permanece em tanques de inox por 5 meses em sur lie , o vinho tem 13% de álcool e acidez natural. - Dourado, média concentração com leve toque verdeal . Olfativamente,  frutas amarelas azedas, leve herbáceo,  alecrim, borracha, mineral, e toque citrico . Na boca boa acidez, ligeira tanicidade,corpo médio, com menos estrutura que o anterior , retrogosto  frutado trazendo um  ligeiro abacaxi maduro, alem do cítrico . Um vinho muito agradável para beber de garrafa e de uma relação custo benefício sensacional . Nota  88 /100 – R$ 52


Ramirana Reserva  2013 – Corte com 59% Cabernet Sauvignon  e 41% Carmenére  Elaborado cou uvas de Maipo Costa . Vinho  com 10 meses de passagem por barrica  francesa de 2º  e 3º  uso para 90 pct do volume e 10% em inox. Estes  10 % tem o objetivo de manter os aromas primarios da uva. 13,5 de álcool. - Rubi, violáceo, alta concentração sem halo.No nariz, floral cereja no licor, menta, ligeira madeira antiga. Na boca ,  boa acidez, taninos finos, corpo médio para baixa, retrogosto tostado comfinal  ligeiro. Vinho básico para o dia a dia , para mim precisava ter um pouco mais de meio de boca. Nota  86/100  - Rs 52




Ramirana Gran Reserva 2011  Corte com  60% Syrah e 40% Carmenére , elaborado com uvas de Maipo Costa ,  com passagem 14 meses de carvalho  de 2º  e 3º  uso para 90 % do volume e 10%  para barricas novas . 14%  de alcool. - Rubi violáceo, extra tinto, sem halo. Olfativamente com frutas negras frescas, chocolate, especiarias, toque herbáceo, e floral.  Na boca, tripé correto, taninos finos ainda presentes, corpo médio, untuoso, final de boca elegante, retrogosto frutado. Um ótimo vinho, delicado, elegante e gastronômico, com muita mineralidade.  Nota 88/100 – R$ 75




Ramirana Trinidade 2009 -  Corte com 60% Syrah, 30% Cabernet Sauvignon, e 10% de Carmenere , elaborado com uvas de  Maipo Costa, e passagem de 14 meses   100% em  barricas da borgonha , sendo 10%  de 1º  uso e o restante de 2º  e 3º  uso. 14% de álcoool -   Rubi, extra tinto,leve halo. Olfativamente, austero, frutas negras frescas, terra molhada, chocolate, tostado,e  mineral. Na boca, ótima acidez, tripé correto,  direto, final de boca suculento com frutas negras e tostado . Belo vinho, pronto para beber, muito elegante. Nota 90/100 -   R$ 115





Os vinhos da Ventisquero são trazidos ao Brasil com exclusividade pela Importadora Cantu


Cantu - www.cantuimportadora.com.br  - Fone (011) 2144 4455

Nenhum comentário:

Postar um comentário