17 de jul de 2014

Vollereaux tradição em Champagnes desde 1805


A Chez France é uma daquelas importadoras que literalmente caça bons produtores  dentro da filosofia que tenham ótimo custo benefício e isto se torna ainda mais particular visto eles apenas trabalharem com vinhos franceses. Ontem tive o prazer de participar junto com alguns amigos da mídia especializada paulista do lançamento do Champagne Vallereaux Cuvée Marguerite Millesime 2007 o produto top desta tradicionalissima casa de Champagne que desde 1805 produz vinhos maravilhososem Eperny  bem no coração da badalada região de Champagne.

Até o presente momento a Chez France trazia ao Brasil apenas o  fresco Brut Reserva ( R$ 149) e o delicioso e complexo Cuvée Tradition Brut Millesime (R$ 179) mas devido a grande aceitação dos mesmos resolveu se arriscar trazendo a estrela da casa, o Cuvée Marguerite Brut Millesime (R$ 229) um espumante extremamente elegante, fino que certamente também vai fazer sucesso  pela sua ótima relação custo benefício.
Em apresentação feita  por Julien Breuzon  Export Manager da Vollereaux além de provar a safra 2007 que estará disponível a partir de agora na Chez France fomos surpreendidos com uma mini vertical que nos possibilitou confirmar que  este champagne além de ter altissima qualidade, e relativamente um baixo preço, é um exemplar que envelhece muito bem vejamos meus comentários abaixo:


Vollereaux Cuvée Marguerite  Millesime 2007 Corte com 75% de Chardonnay e 25% de Pinot Noir com 6 anos de contato com as leveduras. 12% de álcool ao custo de R$ 229.
Palha verdeal, brilhante. Mousse leve e rápido, perlage intensa, bolhas pequenas para médias. Olfativamente complexo, leveduras, gás, nozes, frutas brancas maduras, ponta cítrica. Na boca ótima acidez, mousse sedosa, corpo médio, boa estrutura, longo, e final de boca generoso e  fresco . Um espumante de personalidade mas muito elegante . Nota 91/100

Em seguida provamos as tres safras trazidas especialmente para este encontro, todas elas com o mesmo corte  do exemplar de 2007 mas sem ter recebido licor de dosagem.


Marguerite 1995 Dourado brilhante, mouse intensa. Olfativamente  mineral, leveduras, nozes, ligeira evolução  de frutas, e pedra molhada. Na boca, acidez cortante, seca, direta, apresentando uma ligeira tanicidade, com final de boca muito refrescante.  Nota 90/100
Marguerite 1994 Palha verdeal, bem brilhante, perlage intensa , bolhas pequenas. Olfativamente  mineral  levedura suave,  frutas frescas sem muita evolução, nozes e avelãs. Na boca, ótima acidez, fresco, mousse intenso boa estrutura, final de boca bem fresco e vivido. Um vinho aparentemente mais jóvem do que o da safra de 1995, delicado e com ótima complexidade. Nota 91/100
Marguerite 1993 - Palha verdeal brilhante, perlage intensa bolhas pequenas em turbilhão.  Olfativamente complexo, floral, mineral, delicada levedura, nozes, avelãs e frutas brancas com ligeira evolução. Na boca, ótima acidez, mousse presente, estruturado, vivido, sedoso, com final de boca muito complexo acompanhando o olfativo. Um vinho que abriu com tempo de taça, certamente um daqueles  que podem e merecem passar por decanter. Nota 92/100
Durante nosso encontro tivemos a oportunidade de provar outros vinhos trazidos pela Chez France mas os deixarei para outro post.

Chez France : Site www.chezfrance.com.br – Fone (011) 0300 777 6262

Nenhum comentário:

Postar um comentário