25 de abr de 2014

Moulin-à-Vent des Hospices de Romanèche-Thorins

A semana foi bastante intensa por conta da Expovinis onde tive a oportunidade de provar alguns vinhos surpeendentes, entre eles um Cru de Beaijolais meio fora do padrão, mas que me agradou muito:
Moulin-à-Vent des Hospices de Romanèche-Thorins  2010 com 12,5% de álcool

Vinho curioso que não sofreu  maceração carbônica, comum aos Beajujolais e passou por estagio em barricas, o que também não muito comum para estes vinhos. Visualmente rubi, ralo, sem halo de evolução. No nariz me lembrou  um Pinot Noir com muita frutas negras maduras, morango, couro e sottobosco. Na boca ótima acidez, taninos sedosos, corpo médio , final longo e retrogosto confimando o nariz  mas trazendo uma  ponta de alcaçuz. Enfim um Bom "Pinot Noir" da Borgonha elaborado com outra uva a delicada Gammay . Vale a pena provar 

Nenhum comentário:

Postar um comentário