7 de dez de 2013

Ricasoli tradição renovada




A Ricasoli é segundo pesquisas a 4ª mais antiga vinícola de propriedade familiar do planeta e a a 1ª na Itália . A historia da família da conta que desde 1141 quando tomou posse do Castelo di Brolio já se iniciou a  elaboração de vinhos no local, documentos encontrados também comprovam que em  1600 os Ricasoli já exportavam seu  vinho para a Holanda e Inglaterra. Em 1872 a Ricasoli marca seu nome na vitivinicultura da Toscana, quando o Barão Bettino Ricasoli  desenvolve e cria “a receita” do que é o Chianti hoje em dia. Na história mais recente, a empresa foi vendida a gigante canadense Seagrams , mas 20 anos atrás a família readquiriu a propriedade e marca e voltou a comandar as operações . A Ricasoli possui 1200 hectares de terras na Toscana dos quais 250 plantados com vinhedos, e atualmente conta com a consultoria enológica do badalado  Carlo Ferrini.  Os produtos da Ricasoli são distribuidos no Brasil pela Inovini Aurora que  convidou um pequeno grupo de jornalistas ligados ao mundo do vinho para um “tasting”com a todos os produtos que trazidos pela importadora. Vamos aos vinhos e meus comentários:

Chianti del Barone2012 – 13% de álcool corte de Sangiovese com outras uvas autorizadas no disciplinar, onde apenas 10% do vinho passa por barricas e toneaux. – Violáceo , média para alta concentração, sem halo. Cereja madura, menta, couro, balsâmico,e leve terroso. Na boca boa acidez, taninos intensos, corpo médio, retrogosto frutado com toque de couro. Base da pirâmide mas um vinho de alta qualidade . R$ 75,00 – Nota 88/100





Campo Ceni IGT 2011 – 13% de álcool, corte de Sangiovese, Merlot e Cabernet Sauvignon com passagem em barricas para 80% do vinho. – Violáceo, alta concentração, sem halo. Aromas florais, violetas, frutas vermelhas em compota, couro, e ponta de menta. Na boca boa acidez, taninos macios, quente, encorpado, final de boca frutado com ponta adiçicada. Vinho moderno fácil de beber. R$ 81,00 – Nota 87/100






Brolio Chianti Classico 2010 – 14% de álcool , corte com 80% de Sangiovese, 15% de Merlot, e 5% de Cabernet Sauvignon, com passagem em barricas e toneaux por 9 meses , mais 6 meses de garrafa. – Violáceo, concentrado, leve halo de evolução. Olfativamente complexo, violetas, pimenta preta, cereja madura, ligeiro terroso. Na boca, ótima acidez, taninos presentes finos, corpo médio para amplo, retrogosto frutado com toque de baunilha. Um vinho mais moderno mas bem elaborado. – R$ 141,00 – Nota 89/100





Casalferro 2008 – 14% de álcool, Varietal 100% Merlot, com passagem de 18 meses em barricas e toneaux. – Rubi, alta concentração leve halo. Violetas, rosas, couro, ameixa , cereja,terroso. Na boca delicioso, tripé correto, taninos intensos e doces, redondo, macio, bom corpo e final de boca sedoso e bem frutado. Um grande Merlot com o sangue azul toscano, meu favorito do painel. R$ 375,00 – Nota 91/100






Castello di Brolio Chianti Classico 2008 – 14,5% de álcool, corte com 80% de Sangiovese, 15% de Merlot, e 5% de Cabernet Sauvignon, com passagem em barricas e toneaux por 18 meses. – Granada, alta concentração, halo de evolução. No nariz, frutas negras, rosas, menta, e especiarias.Na boca, redondo, taninos rascantes, alcoolico, boa acidez, retrogosto frutado. Um vinho potente ainda não pronto, precisa descansar em garrafa. R$ 399,00 – Nota 90/100





Inovini/ Aurora: site:  www.aurora.com.br/vinhos - Fone : (011) 3623-2280

Nenhum comentário:

Postar um comentário