4 de dez de 2013

Cono Sur agora só na La Pastina


Adolfo Hurtado prova seus vinhos antes da degustação


Faz mais de um ano que tive o prazer de conhecer  pessoalmente o Adolfo Hurtado Chief Winemaker da Cono Sur, e me lembro ter ficado impressionado com a postura e firmeza  com que fez sua didática apresentação. Ontem a noite fiquei muito contente em rever ao Adolfo, agora a convite do amigo Celso La Pastina seu novo importador no Brasil. Mais uma vez Adolfo deu uma aula a todos os presentes explicando minuciosamente todos os segredos cada um dos 10 vinhos provados, mas tudo ficou ainda melhor quando saimos da teoria e entramos na prática pois seus vinhos comprovam totalmente seus diferentes processos de produção e terroir .

A Viña Cono Sur foi fundada em  1993 e pertence 100% a gigante Concha y Toro, mas é gerenciada  de forma independente, inclusive em sua parte de distribuição. A única área onde existe uma certa sinergia é no processo de engarrafamento e na área financeira. O que surpreende a todos é que com tão pouco tempo de estrada a Cono Sur é uma das duas maiores exportadoras do Chile  e a vinícola que mais cresceu neste país nos últimos 10 anos. Ela é hoje também a maior produtora de vinhos elaborados com a varietal Pinot Noir , do mundo com 4,3 milhões de garrafas, certamente números que impressionam mas como dito anteriormente que são suportados pela somatoria de dois fatores: alta qualidade de seus  vinhos e preços honestos. Tenho certeza que a La Pastina ganha muito em ter a Cono Sur em seu portfólio e que que a Cono Sur se surpreendera ainda mais com o excelente trabalho que a equipe do Celso dará a seus rotulos. Parabéns pela parceria.


Vamos à relação dos vinhos provados e comentários dos meus favoritos
Sauvignon Blanc  Reserva Especial 2013 – R$ 53,50 – 88/100
Chardonnay Reserva Especial 2013 – R$ 53,50 – 87/100
20 Barrels Chardonnay 2012 – R$ 111,00 – Nota 88/100
Pinot Noir Single Vineyard Block 21 – 2011 – R$ 80,00 – Nota 88/100
20 Barrels Pinot Noir 2011 – R$ 130,00 – Nota 90/100
20 Barrels Syrah 2011 – R$ 130,00 – Nota 88/100
Carmenere Single Vineyard Block 28 – 2011 – R$ 80,00 - Nota 87/100
20 Barrels Cabernet Sauvignon 2010 – R$ 130,00 – Nota 90/100
Ócio 2011 – R$ 295,00 – Nota 92/100
Silêncio 2010 – R$ 600,00 ( Estimativa) Nota 91/100
Cono Sur Cosecha Noble Riesling R$ 39,00 Nota 90/100
Vamos aos meus favoritos:

Sauvignon Blanc Reserva Especial 2013 – R$ 53,50 - Varietal 100% com uvas do Valle de Casablanca, sem passagem por madeira, elaborado com clone Sancerre. 13% de álcool. – Jade con toque verdeal, brilhante. Olfativamente limpo, grapefruit, maça verde,  muito mineral e ligeiro toque herbáceo lembrando arruda. Na boca fresco, elegante, corpo médio, e final de boca com grapefruit e aquele toque ligeiramente salgado. Vinho, refrescante para o dia a dia . Nota 88/100


20 Barrels Pinot Noir 2011 - R$ 130,00 – Varietal 100% com uvas do Vale de Casablanca, com passagem 12 meses por barricas francesa, mais dois meses de tanque inox antes de ser engarrafado. Passa um mês por maceração semi carbônica, 13,8% de álcool. – Rubi, média concentração, sem halo. Olfativamente com aromas característicos, framboesa, couro, ligeiro tostado e ervas secas lembrando chá, e toque floral, violetas. Na boca, tripé perfeito, elegante, fresco,taninos finos, corpo médio e final de boca agradável com tostado bem integrado a fruta. Vinho extremamente equilibrado, muito agradável. Nota 90/100



20 Barrels Cabernet Sauvignon  2010 - R$ 130,00 – Corte com 96% Cabernet Sauvignon, 8% Syrah, e 1% Carmenere com uvas de Pirque e Tocornal , com passagem 17 meses por barricas francesa, mais dois meses de tanque inox antes de ser engarrafado. Passa um mes por maceração semi carbônica, 13,6% de álcool. – Rubi, alta concentração, sem halo. Olfativamente com ameixa, cassis, defumado, pimenta, e tabaco.  Na boca, tripé correto, alta acidez,,taninos finos, corpo médio e final de boca frutado e fresco. Um Cabernet muito elegante vale a pena provar . Nota 90/100




Ócio Pinot Noir 2011 - R$ 295,00 – Varietal 100% com uvas do Vale de Casablanca, com passagem de 14 meses por barricas francesa nova lavada, mais um mes de tanque inox antes de ser engarrafado. 14% de álcool. – Rubi, média concentração, sem halo. Olfativamente complexo, com cerejas e ameixas pretas, animal, couro,floral, e ligeiro tostado. Na boca, macio, estruturado, taninos muito delicados, suculento, e final de boca com  frutado intenso e toque de couro. Um senhor vinho com maior estrutura definitivamente de guarda mas que já dá muito prazer em ser tomado hoje.   Nota 92/100



Silêncio 2010 – R$ 600,00(estimado) – Corte 99% Cabernet Sauvignon e 1% de Carmenére, com uvas de Casablanca com passagem de 22 meses por barricas francesas novas lavadas com 13,5% de álcool – Rubi, média concentração, leve halo. Olfativamente mais austero, violetas, balsâmico, pimenta, grafite e ligeira menta. Na boca, alta acidez, taninos finos ainda não prontos, corpo médio, elegante, direto, retrogosto com fruta negra , toque mineral. Um vinho que promete muito mas precisa de garrafa. Nota 91/100

La Pastina – Site : www.lapastina.com.br – Fone 0800 721 8881

Nenhum comentário:

Postar um comentário