5 de nov de 2013

Vertical de Ícones do Chile com Patrício Tapia

Claudia Soler da Wines of Chile e Walter Tommasi


Wines of Chile continua dando um Show de bola na divulgação dos vinhos ícones chilenos. A estratégia de focar na maior divulgação de vinhos de alta gama que aumenta o valor agregado por garrafa deste país irmão iniciou a 3 anos atrás e para mim tem sido um “case de sucesso”e certamente um exemplo de como as associações de produtores de outros países deveriam se comportar visando melhor divulgar seus produtos mais custosos. Este foi o 3º evento dentro desta linha e a  apresentação deste ano ficou por conta do já amigo Patrício Tapia idealizador do Guia Descorchados que nos presenteou com uma apresentação irretocavel e cheia de detalhes dos vinhos apresentados. O local também foi escolhido a dedo ( Iate Clube de Santos em São Paulo) , com organização e divulgação a cargo da Ch2a da simpática Alessandra Casolato.

Os vinhos apresentados não poderiam ser mais representativos, :
Altair safras 2002, e 2010
Casa Real safras 2002 e 2010
Clos Apalta safras 2002 e 2010
Don Maximiano Founders Reserve safras 2002 e 2010
Don Melchor safras 1996 e 2010
Montes Folly safras 2000 e 2010


Vamos á minha interpretação de cada um dos vinhos provados :


Don Maximiano Founders Reserve 2010 – Corte com 78% Cabernet Sauvignon, 10% Carmenére, 7% Petit Verdot, e 5% Syrah, com 14,5% de álcool, da região de Aconcagua. - Violáceo, alta concentração, sem halo. Olfativamente, mineral, grafite,  pimenta preta, frutas negras, leve toque de menta. Nas boca, ótima acidez, taninos presentes e finos, fresco, bom corpo, delicado,  redondo, retrogosto com fruta  negra, menta  e nota mineral. Um vinho jóvem, elegante com boa estrutura, umas das melhores safras que já provei . 93/100
Don Maximiano Founders Reserve 2002 – Varietal  100% Cabernet Sauvignon, com 14% de álcool, da região de Aconcagua. -  Granada, média para alta concentração, halo de evolução. Menta, fruta vermelha madura, cafe, tostado, tabaco, chocolate, e alcacuz. Na boca, ótima acidez, taninos finos, suculento leve ponta de álcool,  retrogosto com frutas vermelhas e tostado bem integrado. Um vinho que se conservou muito bem nestes 11 anos de garrafa . 92/100


Don Mechior 2010 – Corte com 97% Cabernet Sauvignon, e 3% de Cabernet Franc, com 13,3,5% de álcool, da região do Vale de Maipo.  - Rubi, extra tinto, sem halo. Frutas vermelhas maduras, floral, delicado. Na boca ótima acidez, ponta de alcool, taninos finos bem presentes, ligeira aspereza, encorpado, suculento, retrogosto com toque de madeira e ligeiro amargor . Interessante sentir mais o alcool neste exemplar de 13,3% do que nos outros de 14%. - 91/100

Don Melchior 1996 - Varietal  100% Cabernet Sauvignon, com 13,3% de álcool, da região do Vale de Maipo. Granada , média concentração, halo intenso de evolução. Olfativamente complexo, frutas vermelhas maduras, pimenta, hervas secas, terroso. Na boca, ótima  acidez, taninos finos empoeirados, álcool presente mas que rapidamente desaparece , final de boca com frutas vermelhas e tostados. Vinho vivíssimo com acidez que encantou, extremamente gastronômico. 93/100



Casa Real 2010 - Varietal  100% Cabernet Sauvignon, com 14,5% de álcool, da região do Vale de Maipo.Violáceo, alta concentração, sem halo. Olfativamente, limpo, frutas negras, mineral, grafite, leve menta e tabaco. Na boca ótima acidez, taninos finos presentes, corpo médio para amplo, retrogosto frutado com grafite, menta, e tabaco.  Um ótimo vinho de uma ótima safra, pronto para beber, imagina o que ele sera daqui uns anos depois de arredondar na  garrafa. 93/100

Casa Real 2002 -- Varietal  100% Cabernet Sauvignon, com 14,4% de álcool, da região do Vale de Maipo. - Granada, alta concentração, halo de evolução. No nariz bem elegante, frutas negras, mineral, grafite, pedra molhada, e couro. Alta acidez, enche a boca, taninos finos, bom corpo, suculento, retrogosto frutado com pimenta. Um vinho delicado, fresco, limpo elegante , lembrando um bom Bordeaux. Meu vinho favorito do painel. 94/100.



Altair 2010 - Corte com 76% Cabernet Sauvignon, 7% Carmenére, 13% Syrah, 3e 4% de Petit Verdot, com 15% de álcool, da região do Vale de Cachapoal. - Violáceo, alta concentração, sem halo. Frutas negras, cassis,  couro, floral, e baunilha e chocolate . Ótima acidez, taninos firmes mas agradaveis, retrogosto frutado, com  cereja no licor, tostado, e alcacuz. Vinho jovem com grande potencial de guarda, precisa de tempo de garrafa. 91/100

Altair 2002 - Corte com 86 % Cabernet Sauvignon, 7% Carmenére, e 7% Merlot, com 14,2% de álcool, da região do Vale de Cachapoal. -  Rubi indo para granada, halo de evolução. No nariz com predominância herbaceo, floral, toque de framboesa madura, especiarias, e tabaco. Ótima acidez, taninos ainda não prontos, encorpado, retrogosto frutado,e borracha. Dentre os vinhos mais antigos foi o que mais parecia ser um vinho jóvem, às cegas diria ser um safra 2010 – 91/100



Clos Apalta 2010 Casa Lapostole – Corte com 71% Carmenére, 18% Cabernet Sauvignon,e 11% Merlot, com 14,9% de álcool, da região do Vale de Colchagua. -  Rubi violáceo, extra tinto, leve halo. No nariz, fresco, floral, frutas negras cristalizadas, grafite, bluberry, leve tostado, e couro. Na boca, como sempre austero, alta acidez, taninos finos, balanceado, corpo intenso retrogosto com frutas negras, ligeiro químico, e chocolate. Um vinho jóvem com muio potencial e elegância  92

Clos Apalta 2002 Casa Lapostole - Corte com 85% Carmenére/Merlot, e 15% Cabernet Sauvignon,com 14,9% de álcool, da região do Vale de Colchagua. -  Rubi, alta concentração, leve halo. Mineral, fresco, limpo,frutas negras,e cafe,e chocolate amargo. Na boca, alta acidez, , taninos finos ainda presentes, corpo médio para alto, retrogosto frutado com  cereja e , alcacuz, e ligeiro amargor. Um vinho ainda com muita vida, estilo novo mundo mais encorpado. 90/100



Montes Folly Syrah 2010 – Varietal 100% Syrah com 14,5% de álcool, da região do Vale de Colchagua.  Violáceo, extra tinto, sem halo. Fechado, floral, chocolate, frutas negras, ameixas, blueberries, e mineral. Alta acidez, taninos finos ainda presentes, encorpado , fresco, ainda aspero mas que com tempo de taça desaparece, retrogosto frutado,  chocolate, pimenta. Um vinho potente musculoso mas muito bem elaborado. 90/100

Montes Folly Syrah 2000 - Varietal 100% Syrah com 15,2 % de álcool, da região do Vale de Colchagua. Granada extra tinto, frutas negras maduras, cerejas, hervas secas, e defumado. Boa acidez, taninos intensos, encorpado, alcool ok, suculento, retrogosto frutado, tostado, e ainda com  muita estrutura. Um vinho pesadão mas ainda com tempo de guarda.  89/100

Parabéns ao pessoal da Wines of Chile representados nesta ocasião por Claudia Soler e Alvaro B. Camargo Jr, por mais este magnífico encontro. Muito sucesso !


Wines of Chile - www.winesofchile.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário