18 de jun de 2013

Sebastiano Rosa e seus Carignan sda Sardenha

Rogério D'Avila e Sebastiano Rosa

A Sardenha não é  certamente uma das orígens badaladas da Itália, mas aqueles que conhecem os vinhos da ilha ficam encantados, e foi assim que aconteceu com Sebastiano Rosa um dos sócios da Agrícola Púnica junto aos proprietários da Tenuta San Guido e da Cantina de Santadi e do enólogo Giacomo Tachis,que  juntos em 2002 adquiriram 170 hectares  no sudoeste da Sardenha  divididos em duas propriedades , a Barrua e a Narcao onde já existiam algumas vinhas velhas de Carignan dos anos de 1990 e que foram completadas com novos vinhedos da mesma variedade assim como de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Syrah, e Merlot. Sebastiano Rosa é conhecidissimo no mundo dos vinhos pelo fato de ter sido o enológo da Tenuta San Guido na elaboração  do ícone Sassicaia e o delicioso Guidalberto, mas Sebastiano , formado em enologia pela Universidade de Davis mos EUA , já passara anteriormente pela Argiano e pelo Chateau Lafite Rothschild, enfim um curriculum invejável.

Sobre a principal varietal  dos vinhos da Púnica, a Carignan, muita gente pensa ser uma uva de órigem francesa, mas na verdade vem da região de Zaragoza na Espanha, e que de acordo com a história foi levada para a Sardenha antes mesmo de ir para a França é lá se tornar popular especialmente na região do Languedoc. É uma uva difícil de ser vinificadas , que produz vinhos de cor bastante intensa , aromas de frutas negras, pimenta, alcaçuz e com certa idade trazem notas balsâmicas.tendo alta acidez e taninos intensos.

Na degustação de hoje passamos por duas mini verticais : uma de Montessu com suas safras 2008 e 2009 e outra  do Barrua com as safras 2006, 2007 e 2008. Vamos as minhas impressões sobre os vinhos : 
Montessu IGT 2008 – Corte com 60% de Carignan, 10% de Syrah, 10% de Cabernet Sauvignon, 10% de cabernet Franc, e 10 % de Merlot, 14% de álcool e 15 meses de passagem por barricas francesas. – R$ 148,00 – Granada média concentração, leve halo de evolução. Olfativamente complexo, balsâmico, alecrim, cereja madura, couro e sottobosco. Na boca elegante, delicado, boa acidez, suculento, retrogosto frutado com toque terroso. Um vinho delicado altamente gastronômico. – Nota 89/100

Montessu IGT 2009 – Corte com 60% de Carignan, 10% de Syrah, 10% de Cabernet Sauvignon, 10% de cabernet Franc, e 10 % de Merlot, 14% de álcool e 15 meses de passagem por barricas francesas. – R$ 148,00 – Granada, média concentração, intenso halo de evolução. Olfativamente mais aromatico com, balsâmico, frutas vermelhas bem maduras , couro e empireumaticos marcados , especialmente café. . Na boca , acidez correta, encorpado, ponta de álcool, final de boca frutado com ligeito toque de evolução.  Um vinho mais alcoolico provavelmente pela safra ter sido mais quente, ainda assim com muita tipicidade. – Nota 88/100


Barrua IGT 2006 – Corte com 85% de Carignan,  10% de Cabernet Sauvignon, e 5% de Merlot, 14,5% de álcool e 18 meses de passagem por barricas francesas e mais um ano de garrafa. – R$ 268,00 – Rubi indo para granada, alta concentração, halo intenso de evolução. Cereja azeda, balsâmico, ervas escuras, tabaco,  couro e toque mentolado. Na boca , ótima acidez, taninos finos, estruturado sem perder a elegância, retrogosto frutado com toque tostado. Um vinho elegante muito agradável . – Nota 90/100

Barrua IGT 2007 – Corte com 85% de Carignan,  10% de Cabernet Sauvignon, e 5% de Merlot, 14,5% de álcool e 18 meses de passagem por barricas francesas e mais um ano de garrafa. – R$ 268,00 – Rubi, alta concentração, leve halo de evolução. Complexo, balsâmico, tabaco, frutas negras confeitadas, sottobosco, e menta . Na boca fresco, alta acidez, suculento, taninos finos, boa estrutura, longo, final de boca com balsâmico e ligeiro tostado. Um vinho pronto para beber mas com maior potencial de guarda que o da safra anterior – Nota 91/100

Barrua IGT 2008 – Corte com 85% de Carignan,  10% de Cabernet Sauvignon, e 5% de Merlot, 14,5% de álcool e 18 meses de passagem por barricas francesas e mais um ano de garrafa. – R$ 268,00 – Rubi indo para granada, média concentração, halo intenso de evolução.Balsâmico, ttoque de evolução, lácteo, couro e madeira velha. Na boca, redondo, acidez ok , taninos finos, quente, potente, corpo médio para longo,retrogosto com frutas evoluidas e ponta de álcool. Esta safra apresentou mais estrutura e maior concentração de frutas já com evolução . – Nota 89/100

Os vinhos da Agrícola Púnica são encontrados na Ravin , que também é importador exclusivo da Tenuta San Guido. O encontro ocorreu na Vinheria Percussi  de nossos amigos Sivia e Lamberto que por sinal tem em sua carta os vinhos de Sebastiano a preço de custo. Agradeço ao Rogério e a  Viviane D’Avila  pelo gentil convite.


Ravin – Site www.ravin.com.br  Fone – (011) 5574 5789

Nenhum comentário:

Postar um comentário