7 de mai de 2013

Antinori também na Puglia

Filippo Pulisci  e Ricardo Carmignano


Todos conhecem a Antinori pelos seus fantasticos e tradicionais Chianti,  onde 600 anos marcam a presença da família na produção e comercialização de vinhos, mas poucos sabem que além desta região estes nobres florentinos também elaboram vinhos na Umbria, Piemonte, Puglia, Lombardia, California, Washington, Chile e Hungria. A Puglia e a terceira maior região italiana produtora de vinhos apenas superada pelo Veneto e pela Emilia Romagna mas vem perdendo importância no cenário italiano pela fato de por muito tempo ter produzido vinhos simples de mesa sempre marcados pela grande estrutura, álcool e pela forte fruta, muitas vezes servindo como mescla de vinhos de regiões mais importantes caracterizados por vinhos mais delicados e queriam deixa-los mais estruturados . Mas com a entrada de produtores focados na qualidade como é o caso da gigante Antinori o panorama começa a mudar e agora podemos perceber todo o potencial de seus vinhos que logo logo terão seu espaço também no mercado internacional. A Puglia se divide em 5 áreas principais: Daunia, Murge, Messapia, Valle D’Itria, e Salento, a Antinori possui  o vinhedo Tormaresa Boca di Lupo  em Murge localizada na parte norte  da região famosa pelos Anglianicos. Possui também o vinhedo Masseria Maime   em Salento  na parte sul com seus conhecidos Primitivos e seus fantásticos Negroamaro.
Pois foram os vinhos da Antinori elaborados na Puglia que tive a oportunidade de provar por ocasião da visita de o export manager desta casa florentina a seu importadorno Brasil , a Wine Brands . Vamos a eles:  


Tormaresca Chardonnay  2012– Varietal 100% Chardonnay com fermentação de 10% em barricas de 2º uso e guarda de 3 meses nas mesmas barricas, 12% de álcool e preço de R$ 68,00. – Palha com toques verdeais, brilhante. Surpeendentemente fresco, mineral, leve cítrico, e agradavel floral. Na boca , elegante , leve, fresco corpo médio e retrogosto refrescantemente mineral. Excelente vinho para o dia a dia. Nota 86/100







Torcicoda IGT 2010 – Varietal 100% Primitivo de Salento,com passagem de 10 meses em barricas francesas e hungaras e mais 8 meses de garrafa, 14% de álcool , Preço 108,00 – Rubi , média concentração sem halo. Nariz extremamente frutado, geleia de framboesa, herbáceo, couro e bainilha. Na boca , boa acidez, tanisos presentes, corpo médio e retrogosto frutado com ligeiro adocicado. Vinho muito bem elaborado para um público apreciador de frutas mais presentes e adocicadas. Nota 85/100






Masseria Maìme IGT 2008 – Varietal 100% Negroamaro , com passagem de 12 meses em barricas de carvalho frances, americano e hungaro e mais 12 meses de garrafa, 14% de álcool, Preço 172,00 – Rubi, média concentração, sem halo. Olfativamente sisudo, especiarias, frutas negras azedas, terroso, ponta de menta. Na boca, austero, ótima acidez, taninos finos ainda presentes, estruturado, leve ponta de álcool, final de boca marcado por frutas azedase certa mineralidade. Vinho que ainda precisa de anos de garrafa, muito gastronômico, foi de longe meu favorito . Nota 89/100





 Os vinhos da Antinori tem importação exclusiva feita para o Brasil pela Wine Brands do simpático Ricardo Carmignani. Uma boa oportunidade para conhecer uma nova região.

Wine Brands - www.lojawinebrands.com.br – Fone  (011) 1244 5555

Nenhum comentário:

Postar um comentário