4 de nov de 2012

KMM com seus Mont du Toit e Namaqua

Marli Predebon e Alba Botha



Estive na semana passada visitando os escitórios da KMM conhecida importadora especializada em vinhos da Austrália , que traz também outras orígens como Nova Zelândia e Africa do Sul. Na ocasião fui recebido por sua proprietária a sempre simpática Marli Predebom e seu gerente de vendas Gilson Silva além de Alba Botha, responsável pela intermediação da KMM com os produtores da Africa do Sul. Aproveitando a estada de Alba, a Marly resolveu organizar duas mini verticais de sua linha Les Coteaux ( safras 2004, 2006,  2007, e 2010) e Mont du Toit ( safras 2003, 2006, e2007) alem de provarmos o TOP da vinícola Le Sommet 2003 e os vinhos da linha Namaqua com seu Sauvignon Blanc 2011, Spencer Bay Pinotage 2008, e Spencer Bay The Blend 2008, e Spencer Bay Cabernet Sauvignon 2008. Foi um prazer voltar a tomar os Mont du Toit e especialmente de comparar as diversas safras tanto do Les Coteaux do qual comprei uma caixa da safra 2004 a quase dois anos atrás e que ainda não abri nenhuma garrafa até agora, mas que depois de prova-lo novamente decidi que farei isto já, tomando pelo menos uma garrafa por ano pois o vinho está no ponto( pena esta safra estar esgotada).
Na mini vertical de Les Coteaux meu favorito foi o 2004 – Um corte com Cabernet Sauvignon,Merlot, Syrah, Alicante Bouchet e Mouvedre com14% de álcool e 24 meses de estágio em barricas francesas. – Granada, ralo, leve halo. Nariz de Bordeaux, ameixa,cassis, floral, especiarias,couro e sottobosco. Na boca, ótima acidez, taninos finos, corpo médio e final frutado com toque de ameixa e terroso. O vinho está no ponto para ser abatido e certamente terá tranquilamente mais uns 4/5 anos de vida. R$ 115,00 - Nota  89/100


Entre os Mont Du Toit fiquei com o 2003 – Corte de Corte de Cabernet Sauvignon,Merlot, e Shiraz. 14% de álcool, e maturação em barricas francesas por 23 meses. – R$ 140,00. – Granada, média concentração, halo de evolução. Olfativamente frutado, cassis, ameixa, especiarias, pimenta , chá preto, sottobosco e tostado. Na boca tripé correto, taninos finos, bom corpo e persistência retrogosto frutas evoluidas e terroso. Absolutamente perfeito, me arrependi de não ter comprado uma caixa deste também pois evoluiu ainda melhor do que o anterior.  R$ 149,00 - NOTA 90/100

 
 
Destaque para o Le Sommet 2003 – Corte de Cabernet Sauvignon, Merlot, Alicante Bouchet, Cabernet Franc, Petit Verdot e Syrah, com 14% de álcool e 24 meses de barrica francesa. – Granada,ralo, halo intenso. Complexo, ameixa, cereja no licor, especiaria, toque lácteo, ligeiro mentolado e tostado. Na boca delicado, macio, balanceado, sedoso, corpo médio, final de boca com frutas negras evoluidas. Fantastico vinhos para aqueles que apreciam o balanço perfeito entre acidez, taninos, e álcool. Infelizmente não está a venda no Brasil ( Por enquanto)
Nota 90/100

 

Entre os Namaqua fiquei encantado pelo Spencer Bay The Blend 2008 – Corte de Cabernet Sauvignon, e Merlot com 14,5% de álcool- Rubi indo para granada, ralo, leve halo. No nariz cereja azeda, pimenta, tabaco,e toque herbáceo. Na boca, tripé correto, taninos muito finos, bom corpo, persistência longa, retrogosto frutado com ligeiro toque de menta. Nota 88/100

 
 
 
KMM – Fone (011) 3819 4020 – Site www.kmmvinhos.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário