24 de ago de 2012

Caliterra surpeende com delicioso lançamento



Rodrigo Zamorano e Adolar Hermann

Caliterra todos os anos marca presença no Brasil com um de seus enólogos para nos inteirar sobre seus lançamentos ou novas safras. Neste ano a tarefa coube a Rodrigo Zamorano que nos apresentou dois vinhos novos de sua linha Edición Limitada, o primeiro um corte de Cabernet Sauvignon e Petit Verdot e o segundo um Shiraz, Cabernet e Viognier seguida de uma mini vertical de seu top Cenit. Vamos aos lançamentos
Caliterra Edición Limitada Shiraz, Cabernet,e Viognier 2009 – Corte com 55% de Shiraz, 38% de Cabernet Sauvignon e 7% de Viognier, 14,5% de álcool e passagem em barrica por 14 meses,sendo 75% francesas e 25% americanas. Rubi Violáceo, boa concentração, sem halo. Olfativamente marcado pela pimenta do reino, cereja, couro, e ligeiro floral. Na boca, macio, redondo, taninos finos, final de boca bem frutado com uma pontinha de dulçor. Vinho fácil de beber. Nota 87/100 - Preço R$ 140,00

Caliterra Edición Limitada Cabernet Franc, Petit Verdot 2010 – Corte de 60% cabernet Franc, 30% Petit Verdot, 6% Carmenére,e 4% Syrah, 14,5 de álcool, e passagem por 16 meses em barricas francesas de diversos usos. – Violáceo, ralo, sem halo. Olfativamente austero, com frutas negras frescas, pimenta do reino, floral, e tabaco. Na boca, alta acidez, taninos finos, corpo médio, suculento, retrogosto confirmando o olfativo. Um vinho direto, mais austero, delicioso. Nota 89/100. Preço R$ 140,00




Na mini vertical provamos as safras 2006, 2007, e 2008 repetindo a degustação e que havíamos feito no ano passado apenas eliminando a safra 2005 que só esteve presente em 2011. Minha preferência recaiu sobre a safra 2007 seguida da 2006, e para finalizar a 2008. Vejamos os descritivos: 

CENIT 2006 – Um corte de 53% de Cabernet Sauvignon, 27% de Malbec e 20% de Petit Verdot com 15 % de álcool, e 18 meses de afinamento em barricas. – Violáceo, alta concentração, sem halo. Complexo, frutas vermelhas maduras, balsâmico, floral, mineral, ligeira menta, e toque lácteo. Na boca, ótima acidez, taninos finos, corpo e persistência  longa e retrogosto frutado coim toque de alcaçuz. Vinho pronto para beber. NOTA 90/100.

CENIT 2007 – Um corte de 41% de Cabernet Sauvignon, 39% de Malbec e 20% de Petit Verdot com 14% de álcool, afinado por 18 meses em barricas sendo que 90% de francesas e 10% de americanas – Violáceo indo para rubi, média concentração, sem halo. Olfativamente floral, violetas, toque mineral, cereja, ervas secas, especiarias e leve tostado. Na boca tripé correto, ótima acidez, taninos doces, elegante, com boa estrutura e longa persistência, e retrogosto frutado com toques de café. Um vinho perfeito, com grande potencial de guarda. NOTA 91/100.



CENIT 2008 - Um corte 30% de Cabernet Sauvignon,34% Malbec, 21% Petit Verdot, e 15% Carmenére, com 14,5% de álcool e 18 meses de barrica sendo 75% francesa e 25% americana. – Violáceo, alta concentração, sem halo. Olfativamente com frutas negras frescas, pimenta do reino, frutado, herbáceo, e ligeiro chocolate. Na boca boa acidez, taninos finos, ainda verdes, corpo amplo, persistência longa e retrogosto com frutas e aromas terciários. Interessante que no ano passado tinha composição diferente e características mais austeras do que o provado neste ano. NOTA 88/100.
Os Cenit tem preço de venda de R$ 281,75
A degustação ocorreu no Restaurante Attimo, nova casa de Marcelo Fernandes que realmente promete, onde fomos recebidos pelo simpático e sempre ativo Adolar Hermann, proprietário da Importadora Decanter a quem agradecemos o gentil convite.

Decanter - www.decanter.com.br – Fone – (011) 3702-2020
Caliterrawww.caliterra.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário