6 de jul de 2012

Haute- Brion avaliza Clarendelle



Em 1935 um financista americano apaixonado por vinhos de Bordeaux de nome Clarence Dillon adquiriu o Château Haut Brion que passava por dificuldades financeiras, em 1983 a família Dillon  volta a carga desta vez comprando a La Mission Haut Brion. Finalmente em 2005 o bisneto de Clearence, Principe Robert de Luxemburgo, dá um passo arrojado, quando começa a produzir um vinho de alta qualidade mas tendo como objetivo de que o mesmo seja viável a um público maior que não consegue comprar seus vinhos ícones, e para isto não tem medo de avalizar seu novo produto com o nome de Haut Brion. Foi assim que nasceu o Clarendelle que tem como selo de garantia a frase “Inspired by Haut Brion”. No mês passado tive o prazer de provar dois de seus vinhos que no Brasil são importados pela World Wine. Provei, gostei e recomendo, afinal não é todo o dia que se pode provar um vinho de boa qualidade, de alta estirpe e com preço honesto (R$ 120,00) . A apresentação dos vinhos ficou a cargo de  Gérard Blanloeil gerente comercial mundial da marca. 

Clarendelle Blanc 2009 – Pessac- Léognan – Corte de 68% de Semillon, 24% de Sauvignon Blanc, e 8% de Muscadelle, com 13% de álcool. – Dourado, brilhante. Olfativamente com frutas brancas frescas, pimenta, floral e ligeiro cítrico. Na boca boa acidez, corpo médio, amanteigado, final de boca fresco com toques de fruta. Vinho muito agradável. Nota 88/100

Clarendalle Rouge 2005 - Pessac- Léognan – Corte de 82% Merlot, 13% de Cabernet Sauvignon, e 5% de Cabernet Franc, com 13% de álcool – Rubi, alta concentração, sem halo. No nariz muitas frutas negras maduras, pimenta preta, mineral, e leve mentolado. Na boca, boa acidez, taninos firmes ainda verdes, bom corpo, persistência longa e retrogosto frutado com toque de pimenta. Vinho simples, muito bem elaborado, mas com apelo mais moderno. Nota 86/100






Importadora: World Wine – Site www.worldwine.com.br – Fone – 0800 721 8881

Nenhum comentário:

Postar um comentário