19 de nov de 2011

Ícones Chilenos, cada vez mais elegantes



A Wines of Chile organizou mais uma importante prova para que a mídia ligada ao mundo dos vinhos de São Paulo mais alguns formadores de opinião conheçam um pouco mais os principais vinhos daquele país, os badalados “Ícones chilenos”. A um ano atrás lembro de uma conversa que tive com uma pessoa do Wines of Chile que me disse que esta seria a estratégia adotada para o Brasil  em 2011, e que particularmente achei extremamente inteligente visto Chile já ter uma penetração fantástica no Brasil com seus vinhos básicos e querer se fixar entre os produtores de grandes vinhos. Para esta ocasião nosso anfitrião e apresentador foi o querido amigo Carlos Cabral a quem coube a escolha dos 19 rótulos apresentados de uma lista inicial de por volta de 60 vinhos. Vamos à lista dos vinhos provados:

Ócio Pinot Noir 2009 - Cono Sur – Vale de Casablanca –Importadora - Brown e Forman – R$ 299,00– Surpreendente, complexo, framboesa, couro, mentol, fresco, e elegante, melhor no nariz do que na boca. – Minha nota 90/100

Lot 21 Pinot Noir 2010 – Leyda – Leyda Valley – Grand Cru – R$ 161,00 – Já tomei este vinho em outra ocasião e estava melhor. - Minha nota 87/100

Viu 1 2008 – Viu Manent – Vale de Colchagua – Hannover – R$ 450,00 – Grande vinho, mas muito jovem com taninos ainda pegando, e toque a mais de álcool. - Minha nota 88/100

Chaski Petit verdot 2008 – Pérez Cruz – Maipo Andes – Abflug – R$ 140,00 - Esta foi a segunda vez que tomo este vinho e nas duas me impressionou positivamente, muita mineralidade, frutas vermelhas , um vinho gostoso.Minha nota 89/100

Payen 2007 – Tabali – Vale do Limari – Grand Cru – R$ 240,00 – Floral, menta e especiarias,boa acidez mas com uma ponta de álcool. Minha nota 87/100

Pangea 2007 – Ventisquero – Vale de Colchagua Apalta – R$ 230,00 - Cantu – Continua sendo um dos melhores Syrah do Chile, esta safra está mais herbáceo,mas com uma explosão de frutas , alta acidez, menos glicerol que o deixou menos macio e mais gastronômico.Minha nota 90/100

Syrah Reserva 2007 – Viña Falernia – Elqui Valley – Premium – R$ 69,00 – Que surpresa agradável, nunca havia tomado este vinho,complexo, com frutas negras, floral, e mineral, na boca elegante, macio, boa acidez, tudo isto com preço baixo. - Minha nota 90/100

Don Melchior 2007– Cocha y Toro – Puente Alto – VCR – R$ 410,00 – Não me canso de tomar este vinho, que é um dos mais constantes, em termos de alto padrão de qualidade, complexo no nariz, e com tripé perfeito na boca. - Minha nota 92/100

Haras Elegance 2007 – Haras de Pirque – Vale de Maipo – Wine Brands.-  R$ 138,00  –. Sempre gostei deste produtor e especialmente do Elegance, a safra 2007 esta mais elegante e gastronômica, Predominantemente floral, cereja, e mineral.  Na boca tripé correto, fresco, tentador- Minha nota 91/100




Domus Aurea 2007 – Viña Quebrada de Macul – Vale de Maipo – Zahil – R$ 230,00 – Um vinho com personalidade única,frutado toques florais e leve tostado. Na boca, corretíssimo e com um tanino fino e marcado que o diferencia. Delicioso. -  Minha nota 92/100

Casa Real 2007 – Santa Rita – Maipo Alto –  Gran Cru – R$ 290,00 – Meu eterno favorito entre os TOP chilenos, sempre nos remete a lembrança de um bom Bordeaux. Complexo no nariz e com tripé perfeito na boca. - Minha nota 93/100

Microterroir de los Lingues 2006 – Casa Silva – Vale de Colchagua – Vinhos do Mundo - R$ 290,00  – Um vinho muito constante, aromas químicos, aniz, cereja e tostado. Na boca fresco e com taninos marcados. - Minha nota 88/100

Erasmo 2006 – Viña reserva de Caliboro – Vale de Maule – Franco Suissa – R$ 99,00 – Sou fã de carteirinha do Erasmo, mas esta garrafa não estava no padrão de qualidade que me acostumei a tomar. - Minha nota 86/100

Zavala 2008 – Viña Tarapacá – Vale de Maipo – Importadora Maipo – R$ 145,00 – Bom vinho, que imediatamente traz o que foi padrão dos vinhos chilenos nos últimos anos, frutado, tostado, baunilha, na boca opulento, alcoólico, e retrogosto frutado. - Minha nota 88/100 

Coyan 2009 - Emiliana – Vale de Colchagua –World Wine – R$ 120,00 – Um vinho orgânico de tirar o fôlego, tem como característica os aromas limpos de frutas,e de flores, na boca redondo, limpo e com tripé perfeito. Vale mais do que custa. - Minha nota 91/100

DON 2008 – Santa Helena – Vale de Colchagua – Interfood – R$ 245,00 – Sempre presente entre os TOP do Chile, e um vinho estruturado, mas que pouco a pouco vai ficando mais elegante, mas ainda traz a percepção de uma ponta de álcool a mais. - Minha nota 88/100

1865 Limited Edition Syrah C. Sauvignon  2007 – Viña San Pedro – Vale do Curicó  - World Wine – R$ 110,00 – Nunca havia tomado este vinho, e nesta primeira vez me agradou bastante, cereja, floral e toque de feno. Na boca ótima acidez, taninos finos ainda ligeiramente verdes, muito potencial de guarda. - Minha nota 89/100

Lota 2006 – Cousiño Macul – Vale de Maipo – Santar – R$ 250,00 – Outro vinho que tomo pela primeira vez, complexo, ameixa, floral e mineral, na boca correto, ótima acidez, boa estrutura e final de boca gostosamente frutado - Minha nota 90/100

Eclat Botrytis Semillon 2007 – Viña Valdivieso – Vale de Curicó – Ravin – R$ 116,00 – Delicioso vinho de sobremesa e que sai do mesmismo dos Late Harvest sul americanos, mel, mexerica, e damasco encantam nosso nariz enquanto a alta acidez dá ao vinho um frescor que encanta. - Minha nota 88/100   

Organizador: Wines of Chile – site www.winesofchile.org
 
Assessoria: Ch2a – Fone (011) 3253 7052

Nenhum comentário:

Postar um comentário