5 de out de 2011

Com prazer é mais caro... mas vale !!!!!!!!!!!!!!!




Participei hoje de uma apresentação exclusiva e de altíssima qualidade organizada pela Viníssimo, e devo dizer que fiquei muito satisfeito em ver uma importadora jovem como é caso desta, trazer vinhos que todos sabem serem difíceis de vender mas certamente verdadeiros tesouros para aqueles que apreciam o estilo, o que definitivamente é meu caso. Espero com esta pequena nota incentivar a aqueles que ainda não tiveram o prazer de provar um “grande Jerez” e faze-lo já, e aos amantes do Jerez o nome?  BODEGAS TRADICION
Primeiramente me deixem explicar um pouco o trabalho desta bodega. Ela foi criada tendo como foco produzir “grandes Jerez e Brandies” dentro da verdadeira tradição espanhola. O segredo destes vinhos mora no seu envelhecimento, e dentro deste conceito a Bodega Tradicion foi criada apenas para este delicado trabalho, não possuem vinhedos, não produzem vinhos base, apenas envelhecem os vinho da maneira tradicional. Os vinhos base  são comprados de outros produtores depois de minuciosa pesquisa, devendo todos terem no mínimo 10 anos de crianza em “criadeiras”. Todos os Jerez da Bodega Tradicion são VORS ou seja Vinum Optimum Rare Signatum o que obriga que o vinho tenha mais de 30 anos de envelhecimento. Este envelhecimento se dá pelo sistema de “criadeiras e soleras” uma bateria de barricas/ botes sobrepostas onde a “solera” são as barricas que ficam em contato com o solo e de onde o vinho pronto será retirado para engarrafamento, as criadeiras são as barricas da parte superior sendo a mais alta a que recebe os vinhos base. No caso da Bodega Tradicion, corresponde a cinco extratos sendo que a mais alta só recebe vinhos com 10 anos, todas as barricas são interligadas, e conforme o produto pronto é retirado da “solera” o vinho contido na primeira camada das “criadeiras” substitui o da “solera” e assim consecutivamente.

Os Jerez são classificados da seguinte maneira:
Manzanilla – É um fino só que produzido na cidade de Sanluca de Barrameda. Em sua elaboração apresenta flor (véu de leveduras que se forma no vinho em sua parte superior após a fermentação e protege o vinho de oxidar. É bem claro, seco, e delicado tendo entre 15 e 19 graus de álcool.
Fino – E o mais jovem entre os estilos, Em sua elaboração apresenta flor. Engarrafados entre 5 e 8 anos , tem entre 15 e 19 graus de álcool. Claro, seco mas sem a mesma delicadeza do anterior.
Amontillado – É a evolução do fino onde a flor morreu entre 8 a 12 anos ou é morta com adição de álcool vínico, tem teor alcoólico entre 16 e 18 graus. É um Palo Cortado mais estruturado e pungente.
Oloroso – Normalmente elaborados com vinhos básicos mais encorpados, e que tem pouca flor ou nenhuma. Seu envelhecimento ocorre por oxidação. Tem teor alcoólico entre 18 e 20 graus. São mais alcoólicos, aromáticos, rústicos e doces.
Palo Cortado – Vinho mais raro visto passar um tempo ( 3 anos) com o véu de leveduras, mas assim que estas morrem e ele envelhece como o oloroso, por oxidação. Olfativamente complexo, mas muito elegante, e suave.
Pale Cream – é um fino adocicado com mosto de uva.
Cream  - É um Amontillado ou Oloroso adoçado com mosto de uvas Pedro Ximénez.
Pedo Ximenez – Elaborado com uvas do mesmo nome, é um vinho denso quase pastoso e muito doce, as vezes pedindo acidez.

Agora que temos um pouco de noção sobre as diferenças entre os  tipos de Jerez que tomamos e que foram competentemente descritos pela responsável comercial da Bodegas Tradicion, Ana Conde, vamos ao descritivo e notas que dei aos mesmos
Palo Cortado Tradicion VORS 30 anos – Varietal 100% Palomino fino, com crianza oxidativa em sistema de soleras por 30 anos, 19,5 de álcool. R$ 435,00 – Dourado com toque âmbar, e ligeiro esverdeado. Olfativamente complexo, limpo, amêndoas, mel, tostado, ligeiro figo, e floral. Na boca Elegante, ótima acidez, corpo médio, persistência longa e retrogosto marcado pela amêndoa amarga. Um vinho encantador que permite uma segunda taça, meu favorito. Nota 93/100





Oloroso Tradicion VORS 30 anos - Varietal 100% Palomino fino, com dupla crianza, biológica e oxidativa em sistema de soleras por 30 anos, 20% de álcool. R$ 386,00 – Ambar escuro. Olfativamente complexo, avelãs, tostado, ligeiro salgado, chocolate, couro e toque adocicado. Na boca, estruturado, boa acidez, corpo amplo, quente, rústico, persistência longa e
retrogosto marcado por chocolate amargo. Um vinho masculino quente, e complexo. Nota 91/100




Amontillado Tradicion VORS 30 anos - Varietal 100% Palomino fino, com dupla crianza, biológica e oxidativa em sistema de soleras por 30 anos, 19,5 de álcool. R$ 386,00 – Ambar escuro com toque esverdeado. Olfativamente, complexo, frutas secas lembrando nozes, tostado, figo seco, mel. Na boca, potente, boa acidez, seco, bom corpo amplo, persistência longa e retrogosto marcado por amêndoas. Um vinho de boa estrutura elegante, e complexo. Nota 92/100






(PX) Pedro Ximenez Tradicion VOS 20 anos - Varietal 100% Pedro Ximenez, com crianza, oxidativa em barrica de 600 litros onde são colocados apenas 500 litros por 20 anos, 15% graus de álcool. R$ 415,00 – Marrom escuro quase preto. Olfativamente marcado por figos sêcos, melaço, notas de oxidação,e tostado. Na boca, muito denso e cremoso, ótima acidez, corpo amplo,  persistência longa e final de boca muito agradável onde o álcool não é sentido,
retrogosto confirmando o olfativo com figos e melaço. Foi um dos melhores Pedro Ximenez que já tomei. Nota 91/100



Importadora Viníssimo – Av Dr marcos Penteado de Ulhoa Rodrigues 1119 cj 1503 Tamboré Fone ( 011) 4195 5554 - site www.vinissimo.com.br

Assessoria Cristina Neves Comunicação e Eventos – Fone (011) 30923246 – site  www.cristinaneves.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário