26 de ago de 2011

Vinícolas americanas abrindo espaço no mercado Brasileiro



Estive esta semana em interessante degustação organizada pela importadora
Mistral, teve como objetivo a apresentação de três vinícolas americanas que 
estão sendo incluidas no portfolio da importadora. Após detalhada apresentação
 das vinícolas feita por Alan Portney, vice presidente de vendas internacionais
 do pool de produtores , passamos à degustação de alguns deseus vinhos.Vamos a 
eles:

L’Ecole Nº 41 (Washington) – Esta vinícola foi uma das pioneiras da região de Walla 
Walla sendo hoje um dos mais destacados produtores da região. Seus vinhos aparecem 
frequentemente nas listas dos melhores do ano de revistas como a Wine Spectator, Wine 
& Spirits e Wine Enthusiast tendo seu  vinhedo Seven Hills  apontado pela revista Wine & 
Spirits como um dos “10 melhores Vinhedos de Todo o Mundo”. Desta vinicola provei





Columbia Valley Sémillon 2009 - Corte de 83% e 17% de Sauvignon Blanc, 14,5% 
de álcool.  –Dourado, toque verdeal, brilhante. Olfativamente, limpo e elegante,
 marcado por aromas minerais, cítricos, e pimenta branca, com tempo de taça 
sobe a fruta e toque de baunilha. Na boca,  exuberante, macio, ótima acidez, 
amanteigado,bom corpo e persistência, e retrogosto frutado. Um vinho que 
surpreendeu a todos os presentes, e  com boa relação custo benefício. USD 48,50 
– Nota 88/100








Columbia Valley Merlot 2008   - Corte com 82% Merlot, 4% Cab Franc, 4% Petit Verdot, 
 2% Malbec, 14,5% de álcool. – Violáceo, media concentração, sem halo. Olfativamente 
frutado, herbáceo, especiarias, pimenta preta, e borracha. Na boca, ótima acidez,
 taninos firmes, finos, ligeiro excess de álcool, persistência longa, retrogosto frutado 
com ligeiro mineral. Ótimo Merlot, mas devo admitir que às cegas diria ser um Cabernet 
Sauvignon. USD 85,90. Nota 87/100





Walla Walla Cabernet Sauvignon 2008 – Um varietal 100% Cabernet, 14,5%
 de álcool -   Violáceo, media concentração, sem halo. Olfativamente mais
 austere, frutas negras maduras lembrando cassis, toque mineral, especiarias,
 e tostado agradável. Na boca, fresco, taninos firmes e finos, estruturado, 
persistência longa, e retrogosto frutado com toque tostado. Um Cabernet 
Sauvignon que não lembra EUA, muito fresco, gastronômico, elegante. Gostei! 
USD 122,50. Nota 88/100




Seven Hills Perigee 2008 - Um corte 60% Cabernet Sauvignon, 30% Merlot, e 10%
 Cabernet Franc, com 14,5% de álcool. Violáceo, media concentração, sem halo. 
Olfativamente, limpo, especiarias, pimenta, floral,  ameixa preta, e delicado toque 
tostado. Na boca, elegante, acidez correta, taninos finos, corpo médio, final 
agradavelmente macio.  Um vinho correto, pronto para beber,mas sem aquela 
personalidade marcante. USD 162,50 – Nota 88/100 
Saiba mais sobre a vinícola no www.lecole.com.


Hedges – Washington - Vinícola fundada pelo casal Anne-Marie Liégeois francesa e
 Tom Hedges Americano, adotou a agricultura sustentavel para po seu empreendimento, 
buscando tambem a elegância e o frescor nos vinhos que produz. Tom tambem ficou 
conhecido por criar o duvidoso movimento ScoREVOLuTion, que prega que os críticos 
não devem usar qualificações numéricas para descrever os vinhos. Vamos aos vinhos
 provados:

Goose Ridge Vineyard Merlot 2009  - Varietal 100% Merlot, com 13,5% de álcool. -
 Violáceo, média concentração, sem halo. Olfativamente complexo, floral, especiarias, 
e  frutas negras maduras. Na boca, elegante, alta acidez, taninos firmes ainda verdes, 
corpo médio, boa persistência, e final de boca fresco com pequena aspereza. USD 46,00. 
- Nota 85/100

MS R5% - ﷽ Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah, com 13,6% de s, corpo mMS Red 2009   - Corte de  Cabernet Sauvignon 39%, Merlot 45% e Syrah  16%, com 
13,6% de álcool. -     Violáceo, qlta concentração, sem halo. Fechado olfativamente,
 mineral, toque herbáceo, e ligeiro floral. Na boca, boa acidez, taninos finos ainda 
verdes, corpo médio,  persistência longa, e retrogosto frutado. USD 55,50. Nota 86/10





Red Mountain Merlot 2006 – Varietal 100% Merlot, com 14,7% de álcool.
 - Rubi, média concentração, leve halo. Olfativamente complexo, ameixas 
pretas, pimenta, tostado e toque de evolução.  Na boca, bom tripe, corpo 
médio, persistência longa eretogosto frutado com toque de café, e  ligeiro 
amargor. USD 329,50 Nota 88/100





Mais  informações :   www.hedgesfamilyestate.com

Mendocino Wine – Califórnia - Produtor de vinhos orgânicos é propriedade de três
 amigos (Tin e Ton Thornhill e Paul Dolan), suas vinícolas são; Parducci, Paul Dolan, 
Sketch Book, Wines that Rock e Zig Zag Zin.  A Paul Dolan é Biodinâmica e a Parducci é  
conhecida como uma das melhores relações  custo benefício dos EUA. Vamos aos vinhos
 provados:

Smokin Mendocino Zig Zag Zinfandel 2008    - Varietal 100% Zinfandel, com 14,5% de 
álcool. – Rubi, media concentração, sem halo. Olfativamente agradável, pimento preta,
ameixa, frutas negras maduras,e ligeira baunilha. Na boca alta acidez, taninos firmes 
ainda verdes,bom corpo e persistência, e retrogosto frutado. Um Zin muito gostoso e 
marcado pelo frescor. USD 49,90. – Nota 87/100

Parducci Paul Dolan Cabernet Sauvignon 2009  - Varietal 100% Cabernet 
Sauvignon com 13,5% de álcool. -   Violáceo, media concentração, sem halo. 
Olfativamente complexo, especiarias, pimento, cassis, tostado, ligeiro 
mentolado e discrete tostado. Na boca,  tripe correto, , taninos finos, 
corpo médio, persistência longa, elegante, retrogosto frutado e toque de 
especiarias. Um Cabernet delicado, muito agradãvel dento das novas 
exigências de Mercado. USD 56,90. – Nota 88/100




Importadora Mistral Rua Rocha, 288, Bela Vista, São Paulo , site http://www.mistral.com.br/

Assessoria: Sofia Carvalhosa sofiahc@uol.com.br telefone (011) 3083-5024.

Nenhum comentário:

Postar um comentário